A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

18/08/2015 09:13

Aqueça o clima organizacional de sua empresa

Trocar o clima seco ou nublado por uma equipe engajada que trabalha com a mesma alegria que um dia ensolarado proporciona, pode render bons resultados

Por Ticiana Tucci (*)

Morar um tempo fora do Brasil e viver uma experiência de vida em outro país, sempre foi um sonho que persegui. E com o passar dos anos a oportunidade surgiu e este sonho tornou-se real. Já são 6 meses usufruindo dessa nova realidade e, com isso, posso dizer o quanto enriquecedor está sendo, pois tenho aprendido muito diariamente, desde algo mecânico que preciso fazer na casa e não tinha o hábito de fazer no Brasil, como me comunicar em diversos idiomas, estar exposta a diversas culturas e aprender um pouco sobre partes muito distintas do mundo.

Veja Mais
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia

Na Europa os países são próximos e suas distintas culturas também, por isso, elas podem ser sentidas nos ambientes organizacionais evidentemente e é sobre isso que vou falar. Mas antes de entrar no clima empresarial, quero entrar no clima meteorológico, já que este foi um outro aspecto que senti muita diferença em relação ao Brasil, pois o clima aqui é frio, muito frio, mesmo em tempos de primavera.

A cultura nas organizações é tangível e real. Assim como você tem uma melhor noção do tempo, indo para fora de casa, você terá uma ideia melhor da cultura de uma empresa, mergulhando nela e analisando o que é possível sentir e ver. O ideal é parar e observar como as pessoas tratam uns aos outros, aos clientes e como investem seu tempo e energia ao tomar decisões. Será que todos valorizam os resultados, lucros, pessoas e os outros aspectos?

Existe uma enorme diversidade entre os estilos e formas de se trabalhar oriundo de pessoas de vários países, mas que devem ser guiados predominantemente pela cultura única da empresa e esta deve ser o maior guia para seus colaboradores.

Voltando ao tempo... ao contrário da cultura de uma organização, ele é intimamente estudado por especialistas e são eles que preveem a temperatura e as tendências meteorológicas no decorrer do dia. Essas informações são compartilhadas de várias maneiras para que todos fiquem cientes das variações climáticas que ocorrem. Principalmente no Brasil, onde algumas cidades proporcionam o clima das quatro estações em único dia.

Não há nenhum app atual de "previsão de cultura organizacional" no smartphone. O líder precisa sair e circular pela empresa para sentir, mas a realidade é que a maioria dos líderes seniores investem mais tempo e energia em produtos e serviços da empresa do que na cultura interna. Eles esquecem que é ela que impulsiona tudo o que acontece em suas organizações, boas ou más. E isto é visível em qualquer empresa estruturada, independente da nacionalidade diversa de seus colaboradores.

É muito importante os líderes entenderem que a cultura desempenha papel imprescindível na efetividade da organização e ela deve estar presente em todos os planos, decisões e ações de todos, em cada interação, a cada dia.

A boa notícia é que os líderes empresariais e de RH estão prestando mais atenção à cultura e ao engajamento dos funcionários. Em 2015, as Tendências Globais de Capital Humano oriundos do relatório da consultoria Deloitte, aponta que a questão mais importante em uma organização é a cultura e o engajamento (ligeiramente desbancando a liderança, a questão número um em 2014).

E o que os líderes, de qualquer nacionalidade, podem fazer para melhorar isso em sua empresa?

- Primeiro, aprender a passear e observar como os membros da equipe interagem uns com os outros e com os clientes.

- Solicite aos líderes seniores para fazer o mesmo.

- Estabeleça grupos focais informais para captar a percepção dos empregados de como efetivamente a organização está operando.

- Passar pelo menos uma vez por semana, para rever percepções gerais da cultura dos líderes. Você vai descobrir que existem algumas coisas muito boas em vigor, bem como uma série de lacunas que precisam ser abordadas.

Este diagnóstico pode ser sentido e definido independente da nacionalidade do profissional. O importante é perceber se o valor, missão e visão da empresa em que se trabalha são vividos e aplicados no dia a dia dos colaboradores e encabeçados pelos líderes da organização.

Acredite, a cultura de uma organização é mais parecida com o tempo do que você imagina.

(*) Ticiana Tucci: Sócia e coach, do Grupo Questão de Coaching, psicóloga com MBA executivo em Marketing de Serviços pela ESPM, acumula mais de 15 anos de experiência na área de Recursos Humanos atuando em seleção, treinamento e desenvolvimento.

Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...
Um galo para Asclepius
Sócrates, o filósofo ateniense, cujos preceitos influenciaram o pensamento ocidental de forma muito marcante e definitiva, tinha uma característica: ...
Tiro no pé ou tiro na mão?
Embora a economia do País tenha dado tímidos sinais de recuperação nos últimos tempos, a verdade é que ainda precisamos avançar mais e com velocidade...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions