A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

24/11/2015 08:51

Black Friday: como comprar com educação financeira

Por Lélio Braga Calhau (*)

Ao que tudo indica, este será um dos melhores Black Fridays dos últimos tempos para os comerciantes. A crise econômica e o corte de gastos são fatores determinantes para esse movimento. Aquela troca de vestuário, eletrodoméstico ou mobiliário antigo, que já nem deveriam mais fazer parte daquele ambiente, ainda permanece ali, firme e forte. Isso porque as pessoas estão esperando a tradicional sexta-feira com ofertas que chegam a 60%, 70% e 80% de desconto. De acordo com uma pesquisa realizada pela e-bit/Buscapé, cerca de 80% dos consumidores que costumam fazer compras pela internet têm a intenção de adquirir algum item na Black Friday neste ano.

Veja Mais
Em busca da competitividade sustentável para o agronegócio
Elementos da teoria da decisão

Já li diversos artigos falando sobre como comprar, quais são os sites confiáveis e sobre aplicativos que ajudam as pessoas a encontrar as melhores ofertas. Porém, não vi ninguém abordando, o que pra mim é o mais importante, a real necessidade de se comprar determinado produto. Será que você realmente necessita gastar sem planejamento e acabar entrando em dívidas desnecessárias?

É sobre isso que quero falar neste artigo, sobre como é importante ter uma educação financeira, para não gastar apenas por gastar. Em tempos de perda de poder aquisitivo e aumento de índices de desemprego, não é bom ficar muito animado em apenas consumir produtos sem o planejamento necessário. E o que quero dizer com planejamento, é que o cliente faça uma planilha do que gostaria de comprar e de quanto tem para gastar, já pensando nos gastos de fim de ano e janeiro. A parcela pode caber no bolso do consumidor naquele mês, mas nos próximos, quando as dívidas comuns vierem (IPVA, IPTU, material escolar, etc), como ficará?

Essa é a principal estratégia a ser tomada. Quando for comprar, reflita melhor sobre os prós e contras da aquisição daquele produto ou serviço. Lembre-se que o ambiente da loja já está todo maquiado para influenciar você a fechar uma compra. Pesquise preços, antes da data comemorativa chegar, e veja se realmente o desconto foi aplicado ao produto escolhido. Essas pequenas atitudes farão você realmente economizar e comprar somente o que for necessário.

Quero enfatizar uma coisa: se o consumidor está endividado, esqueça o Black Friday! É isso mesmo, o dia de promoções só irá fazer sua dívida crescer ainda mais, e você ficará em uma situação preocupante. Saliento que as dívidas são como bolas de neve, elas vão aumentando aos poucos e quando você percebe já perdeu o controle da situação. Tenha em mente que promoções vêm e vão a todo o momento. Você terá outras oportunidades, e quando estiver com as contas em dia, gastará com mais alegria e consciência.

E já pensou que além de gastar você pode aproveitar a sexta-feira de descontos para ganhar dinheiro. Algumas corretoras estão oferecendo aplicações financeiras diferenciadas pra quem quiser investir. Basta pesquisar sobre o tema e escolher a melhor opção. Neste caso, além de economizar você ainda vai investir para aproveitar futuras promoções. Sua vida financeira agradece.

(*) Lélio Braga Calhau é promotor de Justiça de defesa do consumidor do Ministério Público de Minas Gerais. Graduado em Psicologia pela UNIVALE, é Mestre em Direito do Estado e Cidadania pela UFG-RJ e Coordenador do site e do Podcast "Educação Financeira para Todos".

Em busca da competitividade sustentável para o agronegócio
O papel da sanidade animal e vegetal Há décadas as questões sanitárias de plantas e animais integram a lista das preocupações do agronegócio brasilei...
Elementos da teoria da decisão
A propósito do fim do ano de 2016 (terrível na política e na economia) e com o ano de 2017 (com esperanças de que as coisas melhorem), participei de ...
O diálogo inter-religioso
Desde a declaração Nostra Aetate, do Concílio Vaticano II, a Igreja busca manter o diálogo inter-religioso. Aí surge a pergunta: Por que o diálogo co...
Embarque comprometido
O Brasil está entre os cinco melhores mercados de aviação doméstica, mas há quase dois anos vem perdendo demanda por conta do cenário econômico. Só e...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions