A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

01/02/2016 09:03

Compras no Exterior deixam de ser vantagem para Brasileiros

Por Jaques Grinberg (*)

Muitos brasileiros deixaram de fazer compras no exterior durante as viagens de férias ou mesmo através de sites pela alta do dólar e as novas regras do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), onde a taxa pode chegar até 6,38% para compras com cartão de crédito, cheques viagem, cartões pré-pagos internacionais e 0,38% para compra de dinheiro estrangeiro, em espécie, no Brasil. Lembrando que as novas regras do IOF foram anunciadas no final de 2013 e poucos conhecem.

Veja Mais
A atuação das empresas na era do talentismo
Criptografia: de arma de guerra a pilar da sociedade moderna

Com o dólar acima dos quatro reais, os preços estrangeiros convertidos estão muito próximos aos do Brasil, com diferenças pequenas. No caso de um iPhone 6S, por exemplo, a diferença é de menos de 20%, sendo que um dia já foi de 50%. Veja o exemplo: no site da Apple do Brasil custa a partir de R$ 3.599,10 à vista com 10% de desconto. No site dos Estados Unidos custa a partir de U$ 649,00 + U$ 45,43 de taxa na Florida (imposto) que equivale a R$ 2.847,16 + 6,38% de IOF = R$ 3.028,81 (base de R$ 4,10 por U$ 1,00).

Ainda temos a tributação de 50% do valor do produto para compras acima de U$ 500,00 que devem ser somados. Com a nova regra é permitido trazer um, celular, uma câmera e um relógio acima desta cota, mas atenção! É um item de cada e devem estar fora da caixa e usados.

Dica: Se você pretende comprar um iPhone no exterior, deixe o seu usado no Brasil e compre nos primeiros dias de viagem e use-o. Faça o mesmo com relógio e câmera fotográfica. Caso contrário, estará sujeito a pagar o imposto. Um iPhone 6S com a tributação custará R$ 4.543,21 (mais de 20% do que o custo no Brasil).

Está complicado comprar no exterior!

Para comprar através de sites estrangeiros, também pode não compensar. Até U$ 50,00, compras feitas por pessoa física são isentas de impostos. Para compras acima de U$ 50,00 ou feitas por pessoas jurídicas (empresas), terá a taxação de 60% mais o ICMS do Estado que pode variar entre 18% e 25%.

Não esqueça do IOF no valor de R$ 6,38 para compras com cartão de crédito. Parece um absurdo! E é! Na dúvida se vale a pena ou não comprar em sites estrangeiros, faça as contas. O site www.tributado.net oferece uma calculadora para um valor estimado não considerando os limites e isenções previstos em Lei.

Em resumo, é importante avaliar antes de comprar para não ter surpresas no fim. E lembre-se, a Receita Federal está intensificando a fiscalização para viajantes e compras feitas por sites estrangeiros.

(*) Jaques Grinberg é coach, palestrante, consultor e sócio em quatro empresas, considerado o maior especialista em coaching de vendas do Brasil, autor do livro 84 Perguntas que Vendem.

A atuação das empresas na era do talentismo
No atual cenário em que vivemos, com crise financeira em diversos países, catástrofes ambientais e diferenças sociais, engana-se quem acredita que es...
Criptografia: de arma de guerra a pilar da sociedade moderna
A estratégia permitiu que vitórias impossíveis pudessem acontecer ao longo da história. São vários os casos de pequenos exércitos vencerem batalhas c...
Sobre a liberação da venda de terras para estrangeiros no Brasil
Terra, capital e trabalho compõem a clássica tríade dos fatores de produção que embasam as análises e cálculos econômicos desde a Economia Política, ...
Inclusão bancária no Brasil
O sistema bancário brasileiro atravessa um momento de aceleração na prestação dos serviços bancários, resultado da estabilidade econômica dos últimos...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions