A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

14/05/2011 07:06

Desenvolvimento sustentável e tecnologia

Por José Pimentel (*)

O desenvolvimento contínuo, longo e sustentável do Brasil está diretamente associado a nossa capacidade de avançar na área da ciência e tecnologia.

Um exemplo de sucesso é o trabalho da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que, no dia 26 de abril, completou 38 anos de existência.

Atualmente, com 47 unidades em todo o território nacional, a empresa mantém o compromisso de contribuir para aumentar a produção e a produtividade agropecuária brasileira, com sustentabilidade e menor custo.

Em todos os biomas brasileiros, a empresa pesquisa, desenvolve e transfere novas tecnologias para a agricultura familiar e para o agronegócio. Isso levou o país ao desenvolvimento acelerado de sua produção agrícola e, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a uma situação de quase autossuficiência em todos os produtos da cesta básica. Esse trabalho da Embrapa colaborou para que o Brasil entrasse no grupo dos maiores produtores mundiais de alimentos.

No ranking mundial, o país ocupa a liderança na produção de açúcar e café e a segunda posição em soja (grãos), carne bovina e etanol. Para este ano, a estimativa do Governo Federal para a safra agrícola é a colheita de 147,9 milhões de toneladas de grãos, números que só aumentam em comparação a 2003, quando o Brasil colheu 123,2 milhões. Houve ampliação do setor pela transformação dos processos e técnicas de produção, que hoje incorporam o conhecimento científico e tecnologias de ponta, consideradas entre as mais avançadas do mundo.

Para chegar a esse patamar, foi preciso uma longa caminhada e investimentos constantes do Governo Federal, como o Plano de Fortalecimento e Crescimento da Embrapa (PAC Embrapa). Com ele a Receita Líquida da Empresa cresceu 6,89% em 2010, chegando a R$ 1,94 bilhão - o maior investimento da história.

Esses investimentos contemplaram todas as unidades de pesquisa, inclusive a Embrapa Agroindústria Tropical, em Fortaleza, e a Embrapa Caprinos, em Sobral. A primeira desenvolve pesquisas de melhoramento genético, biologia vegetal e pós-colheita, que permite a melhoraria das condições de produção e conservação de frutas, flores e plantas ornamentais. A outra dirige sua atenção ao melhoramento genético e à inovação no manejo de caprinos e ovinos.

Por isso, a empresa conquistou o orgulho dos brasileiros. Um sentimento que tende a aumentar à medida que os resultados do seu trabalho levam o Brasil ainda mais adiante no desenvolvimento inclusivo e sustentável.

(*) José Pimentel é senador pelo PT-CE.

Quando, também na escola, se dialoga sobre as religiões
Temos percebido uma crescente preocupação acerca do papel social da escola e da educação que acontece neste espaçotempo. Numa perspectiva de sociedad...
19 anos de Código de Trânsito Brasileiro
No dia 22/01/17, o atual Código de Trânsito Brasileiro completa 19 anos de vigência. Após 31 Leis que o alteraram, com o complemento de 655 Resoluçõe...
Previdência Social: verdades e mentira
Com a reforma da Previdência, e já que acabaram com o Ministério da Previdência, vários ministros dispararam versões sobre o tema, mas como não sabem...
Chacina e colapso nas prisões brasileiras
Nestes poucos dias do Ano da graça de 2017, o Brasil e o Mundo viram estarrecidos o massacre brutal de cerca de pelo menos 134 detentos, dentro das p...



Realmente a Embrapa é um exemplo de investimento em tecnologia que dá muito certo.
 
Angelo Mateus em 14/05/2011 08:37:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions