A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

12/01/2012 17:01

Doação de gametas: a realidade longe da novela

Por Débora Farinati*

A teledramaturgia no Brasil, principalmente no que diz respeito às telenovelas, tem se caracterizado ao longo dos anos por trazer para o debate público temas polêmicos ou ainda pouco explorados pela maioria da população. Atualmente, a novela Fina Estampa coloca em “cena” as novas possibilidades de formação familiar, através da doação de gametas. Possibilidade que já é factível do ponto de vista técnico há mais de 20 anos e que tem sido buscada/indicada com uma frequência cada vez maior nos Centros de Medicina Reprodutiva.

Já que o tema está na telinha dos brasileiros é importante esclarecer os aspectos emocionais e éticos da doação de gametas no Brasil. A doação de óvulos e espermatozóides tem sido de grande auxílio na busca de resolução em situações de infertilidade, na qual a mulher ou o homem por diferentes razões clínicas não produzem mais gametas ou estes não possuem condições de serem efetivos na geração de uma criança.

No Brasil, a regulamentação destes processos é realizada pelo Conselho Federal de Medicina em sua Resolução 1957, de 2010. Entre os principais aspectos desta resolução, estão dois pontos: 1) a doação de gametas e pré-embriões é obrigatoriamente anônima, sendo vedado o acesso à identidade de doadores e receptores; e 2) a doação é um gesto voluntário e gratuito. A observação a estas normas tratam de nortear a proteção de doadores e receptores no que diz respeito à formação de suas famílias, além de assegurar uma conduta ética de maneira a não banalizar o sujeito e seu corpo e evitar sua comercialização.

Assim, a doação de gametas é, sobretudo, um processo que exige uma profunda reflexão tanto por quem toma a decisão de doar quanto por quem opta por esta alternativa. No que diz respeito ao(a) doador(a) é preciso que esteja muito claro que esta doação não produz um vínculo com a criança, que pode estar sendo gerada a partir de seu gesto. Aos receptores, é fundamental que possam aceitar os limites de não serem pais genéticos para se tornarem pais na acepção mais profunda da palavra. Cabe destacar que as motivações internas para a realização deste processo é que devem ser levadas em conta.

O que quero ressaltar é que a construção dos vínculos de filiação se dá através do reconhecimento por parte dos pais de que àquele ser a que eles nomeiam como filho possui, em seu imaginário e em seu desejo, uma ligação de afeto, através da qual um lugar lhe é dado em sua família e lhes é legada uma herança e este reconhecimento pode incluir, ou não, os laços genéticos.

A novela Fina Estampa aponta mais para uma reflexão acerca da ética do que ao tema da doação de gametas propriamente dito. Na trama, o que estão em pauta são lutos mal elaborados, relações conjugais problemáticas e o uso distorcido da medicina reprodutiva com a finalidade de resolução de conflitos pessoais. Faz-se fundamental, também, o debate acerca da compreensão dos efeitos desse processo sobre a nova família em formação.

(*) Débora Farinati é psicóloga, psicanalista e membro da equipe do Fertilitat – Centro de Medicina Reprodutiva

Sobre o mercado e o governo
O homem primitivo acordava de manhã, saía para coletar frutas, abater animais e pescar peixes, e assim ele se alimentava. Ao fim do dia, cobria-se co...
Logística reversa: pensamento sustentável pelas gerações futuras
Incertezas são o que mais temos, porém ideias norteadoras e essenciais para a construção de um futuro mais sustentável já existem. Não podemos ignora...
Quando, também na escola, se dialoga sobre as religiões
Temos percebido uma crescente preocupação acerca do papel social da escola e da educação que acontece neste espaçotempo. Numa perspectiva de sociedad...
19 anos de Código de Trânsito Brasileiro
No dia 22/01/17, o atual Código de Trânsito Brasileiro completa 19 anos de vigência. Após 31 Leis que o alteraram, com o complemento de 655 Resoluçõe...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions