A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

03/02/2015 09:32

Enquanto prefeito toca com Almir Sater, Cultura de Campo Grande quebra a viola

Vitor Samúdio

Tive a infelicidade de ver postagens do atual prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte em um encontro com o artista/violeiro Almir Sater, essas sequencias de postagens geraram em mim um asco, uma afronta a cultura de Campo Grande (e vou explicar abaixo), na postagem o prefeito diz que conversou sobre artistas, cultura e etc.

Veja Mais
Chacina e colapso nas prisões brasileiras
Em busca da competitividade sustentável para o agronegócio

Eu fico imaginando, que tipo de assunto foi esse, e imagino mais ainda, que pra mim isso foi tirar proveito, o prefeito se aproveitou da situação sem saber ao menos do que isso se trata. É muita coisa pra falar, então vou começar a pontuar pra não me perder em meio a tanta barbárie que a cultura da cidade vive. Desde já digo aqui o que venho dizendo faz muito tempo por aí.

O prefeito Gilmar Olarte diz ser musico, gostar de música, de cultura, quero dizer aqui que eu tenho vergonha alheia, o prefeito deveria ter vergonha de dizer publicamente que é músico, tratando a cultura de Campo Grande como lixo, com tudo atrasado, orçamento praticamente zero, desrespeito, tudo paralisado, pagamento dos fundos atrasado. Mas vamos lá...

Hoje a tarde quando vi essa sequencia de posts, fiz questão de entrar em contato com amigos muito próximo ao violeiro pra saber se ele tinha noção do conteúdo que estava sendo compartilhado na internet. Porque fiz isso? Simples. Há 3 anos atrás quando o movimento 1% para a cultura fez um grandioso show na praça do rádio, na ocasião ainda para conseguir a aprovação da lei, um dos grandes incentivadores e a grande estrela do show, foi o Almir Sater, ele tocou e participou de tudo de forma voluntária, eu conversei com ele por muito tempo e em um momento quando falávamos sobre 1% ele me disse que teria que ser 2%.

Eu de fato não devo acreditar que ele saiba que o prefeito se aproveitou de sua imagem por uma vaidade particular sem saber que ele foi o cara que em certo momento trouxe a visibilidade para a questão do 1%. Aliás, o Almir vai ficar “puto” com o oportunismo do pastor, tenho certeza.

Senhor prefeito, o senhor não deve falar em Cultura, isso deveria ser banido da sua língua, o senhor desrespeita integralmente a cultura de Campo Grande, o senhor não prioriza e nunca priorizou a cultura, o senhor está barbarizando a cultura da cidade, o senhor está cozinhando as politicas publicas dessa cidade, conquistadas através de participação popular, de empenho, por uma necessidade real dessa capital.

Prefeito, a cultura de Campo Grande está paralisada, nada acontece, porque não há recurso para a cultura, porque o senhor (que é musico) sequer olhou para a cultura, sequer quis ajudar minimamente pela gestão dessa cidade. Prefeito, vários artistas estão há meses sem receber seus caches. Prefeito os fundos de cultura do ano passado até hoje não foram pagos. Você desrespeitou a lei do 1%. O senhor desrespeita o Plano Municipal de Cultura. O senhor desrespeita o Sistema Municipal de Cultura. O senhor diminuiu o orçamento da cultura para 2015. O senhor fez da cultura um nada pelo olhar da gestão pública.

*Vitor Samúdio - Ator, diretor, dramaturgo, produtor e ex-presidente do Fórum de Cultura de Campo Grande.

Chacina e colapso nas prisões brasileiras
Nestes poucos dias do Ano da graça de 2017, o Brasil e o Mundo viram estarrecidos o massacre brutal de cerca de pelo menos 134 detentos, dentro das p...
Em busca da competitividade sustentável para o agronegócio
O papel da sanidade animal e vegetal Há décadas as questões sanitárias de plantas e animais integram a lista das preocupações do agronegócio brasilei...
Elementos da teoria da decisão
A propósito do fim do ano de 2016 (terrível na política e na economia) e com o ano de 2017 (com esperanças de que as coisas melhorem), participei de ...
O diálogo inter-religioso
Desde a declaração Nostra Aetate, do Concílio Vaticano II, a Igreja busca manter o diálogo inter-religioso. Aí surge a pergunta: Por que o diálogo co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions