A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

10/12/2012 09:43

Estamos atentos ao Congresso Nacional

Por Jânio Batista de Macedo (*)

Esta semana vai ser fundamental toda mobilização e criatividade nas negociações para viabilizar os interesses de todos os trabalhadores brasileiros. Em São Paulo aconteceu a reunião das lideranças das Centrais Sindicais: Força Sindical, CUT, CTB, NCST e UGT - na pauta as estratégias de como cobrar do Governo Federal para que vote ainda este ano o projeto que cria uma alternativa ao Fator Previdenciário. A Imprensa nacional cobriu a coletiva dos dirigentes sindicais que afirmaram protocolar hoje o pedido de audiência com a presidente Dilma Rousseff e vão pressionar para que a votação no Congresso seja realizada até o dia 20 de dezembro.

Veja Mais
A atuação das empresas na era do talentismo
Criptografia: de arma de guerra a pilar da sociedade moderna

A proposta defendida pelas Centrais não acaba com o Fator Previdenciário, mas estabelece que as pessoas que se aposentarem possam optar pela fórmula 85/95, equivalente à soma de idade e tempo de contribuição para mulheres e homens, respectivamente.

O Presidente da Força Sindical e Deputado Federal Paulo Pereira da Silva, esclareceu que as centrais fecharam consenso em torno da fórmula porque ela melhora a condição do trabalhador que vai se aposentar. Hoje, o trabalhador se aposenta com até 45% de perdas no seu benefício, no caso das mulheres, e 40%, no caso dos homens. Com a nova proposta, os trabalhadores não sofrerão mais perdas absurdas e garante justiça para quem trabalha e contribui com a Previdência.

O Deputado Federal e líder Sindical explicou ainda que o grande problema tem sido a intransigência do governo, que não tem aceitado dialogar com os trabalhadores. A perspectiva das lideranças Sindicais é de que se o Governo abrir a conversa para negociação vão conseguir a aprovação da proposta no Congresso Nacional. A lógica da fórmula 85/95 incentiva os trabalhadores a continuar trabalhando, mesmo nos casos em que já poderia se aposentar.

A fórmula estabelece também aos trabalhadores que já atingiram os 85/95 possam continuar contribuindo para a Previdência, uma vez que cada ano trabalhado além da soma aumenta em 2% o valor da aposentadoria a receber. Essa mudança é muito importante, por que incentiva de maneira positiva a manter no mercado os trabalhadores mais qualificados e estão em falta no país.

As lideranças Sindicais das Centrais estão “otimistas” na possibilidade concreta do diálogo com o governo. Enquanto
isso cada Central vai garantir a vinda para Brasília muitos dirigentes de diversas categorias para a mobilização e enfrentamentos nos gabinetes para o “corpo a corpo” com os parlamentares. Os dirigentes do SINDNAPI, da COBAP, estão todos na mobilização frente a este Projeto de importância para todos os trabalhadores que vão se aposentar bem como para os que já estão nesta condição.

Nossa participação nesse processo de enfrentamentos além de estar acompanhando, é fundamental que através dos E-mails, telefone, torpedos com mensagem aos Parlamentares do nosso Estado, possamos convoca-los para estarem alinhados aos interesses dos trabalhadores sob pena de nas futuras eleições não contar com o nosso voto.

Ao reafirmar minha crença democrática sugiro que nosso empenho seja concreto e criativo por que o Congresso está limpando a pauta e os nossos interesses e o futuro mais seguro dependem da nossa capacidade de exigir o que é melhor para nós! Assim, lá adiante possamos nos orgulhar de ter contribuído com essa luta que é de todos!

 

(*)Jânio Batista de Macedo é presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados Pensionistas e Idosos em MS. 

 

A atuação das empresas na era do talentismo
No atual cenário em que vivemos, com crise financeira em diversos países, catástrofes ambientais e diferenças sociais, engana-se quem acredita que es...
Criptografia: de arma de guerra a pilar da sociedade moderna
A estratégia permitiu que vitórias impossíveis pudessem acontecer ao longo da história. São vários os casos de pequenos exércitos vencerem batalhas c...
Sobre a liberação da venda de terras para estrangeiros no Brasil
Terra, capital e trabalho compõem a clássica tríade dos fatores de produção que embasam as análises e cálculos econômicos desde a Economia Política, ...
Inclusão bancária no Brasil
O sistema bancário brasileiro atravessa um momento de aceleração na prestação dos serviços bancários, resultado da estabilidade econômica dos últimos...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions