A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

19/08/2013 13:09

Ir e vir. Acessibilidade, compromisso de cada um

Por Heitor Freire (*)

No dia 16 de agosto último na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, em solenidade presidida pelo deputado Pedro Kemp, foi feito o lançamento do livro: “Ir e Vir. Acessibilidade: Compromisso de Cada Um”, de autoria do engenheiro Jary Carvalho e Castro, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do nosso estado.

Veja Mais
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia

O Jary passou por duas vezes, a experiência de sofrer acidente de moto, a primeira aos 29 anos e a segunda aos 41, que por circunstâncias acabaram por proporcionar-lhe a oportunidade de uma profunda reflexão a respeito dos problemas que as pessoas portadoras de deficiências encontram no seu deslocamento.

Isso acrescido da visão do amigo da sua família, William Duailibi, espírita, que, quando Jary tinha nove anos, falou-lhe da missão que lhe estava destinada com respeito à locomoção das pessoas deficientes e que deveria ajudá-las de uma forma diferente. Essa consciência cresceu também através da sua vivência familiar observando a mesma dificuldade em duas das suas tias, irmãs de sua mãe que tinham deficiência – uma física, outra mental.

Essa pré-destinação e também a sua consciência da missão que lhe competia cumprir estimulou o Jary a assumir o compromisso de trabalhar em prol da inclusão de pessoas com deficiência. Entre muitas iniciativas, ele decidiu recentemente escrever um livro que alertasse a todos sobre a questão da acessibilidade. Assim reuniu uma equipe e começou a orientar o desenvolvimento do trabalho.

Foram meses de reuniões, definição de pautas, seleção das pessoas que seriam entrevistadas, busca de informações, pesquisas nas mais variadas fontes que a tecnologia proporciona hoje a todos os profissionais. Enfim, o livro aí está.

O professor Hildebrando Campestrini, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul e também amigo da família do autor, contribuiu com a sua competência e valiosa experiência, editando e revisando o livro, dando-lhe o formato definitivo.

O professor Campestrini participou também com uma frase: “Ir e Vir é um proposta corajosa em busca de uma sociedade solidária em que a acessibilidade passa a ser direito e compromisso inalienáveis de cada cidadão”. No seu dizer, este é um daqueles livros que quando se começa a ler, não se para mais pelo seu conteúdo e pela abordagem que se deu ao tema.

O livro em si vai constituir um poderoso elemento de conscientização da população. Já foi lançado nacionalmente num evento do CREA em Foz do Iguaçu a que compareceu também a ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil da Presidência da República que se disse impressionada com o tema e a maneira como foi abordado.

O comportamento das pessoas em relação aos deficientes é muito desrespeitoso, não se atingiu ainda o nível de consciência de civilidade indispensável.

Não posso deixar de registrar a participação espiritual do seu pai, professor Arassuay Gomes de Castro, que ficou muito patente na emoção do Jary na sua fala de encerramento, quando do lançamento oficial em Campo Grande.

O deputado Pedro Kemp assim se manifestou na contracapa do livro: “... representa uma contribuição de fundamental relevância para este debate ao reunir abordagens de diferentes áreas, como saúde, educação, trabalho, lazer... para que as leis saiam do papel e garantam a inclusão das pessoas...”.

Por último e não menos importante, Maria José de Carvalho e Castro, mãe do Jary que como orientadora permanente de seus filhos, atuou de forma decisiva na condução de todo o processo.

Parabéns Jary pela sua determinação, consciência e firmeza na realização do seu ideal.

(*) Heitor Freire é corretor de imóveis e advogado.

Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...
Um galo para Asclepius
Sócrates, o filósofo ateniense, cujos preceitos influenciaram o pensamento ocidental de forma muito marcante e definitiva, tinha uma característica: ...
Tiro no pé ou tiro na mão?
Embora a economia do País tenha dado tímidos sinais de recuperação nos últimos tempos, a verdade é que ainda precisamos avançar mais e com velocidade...



Ir e vir. Acessibilidade, compromisso de cada um - COMPROMISSO TAMBÉM DO GOVERNO E PREFEITURA. um exemplo: Rua da Liberdade, esquina com rua 13 de maio e imediações. Cadê a acessibilidade. GOSTAM DE COBRAR, FALAM DEMAIS, MAIS FAZEM DE MENOS.
 
Eduardo Semir em 19/08/2013 15:03:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions