A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

05/06/2013 08:33

Mato Grosso do Sul é espelho para a Nação

Por Sérgio Longen (*)

O título acima é reprodução de um trecho do discurso do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, feito após receber o Gran Colar da Ordem do Mérito Industrial na noite do dia 21 de maio, durante a Semana da Indústria, com o tema “A Indústria do Desenvolvimento.

Veja Mais
Educação e o futuro da alimentação
Convenções internacionais e competitividade

O evento promoveu encontros dos empresários das nossas principais cadeias produtivas (cerâmica, alimentos, sucroenergética, papel e celulose, vestuário, calçados e metalmecânica) e reuniu personalidades e lideranças como o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, governador André Puccinelli, senadores Waldemir Moka (PMDB/MS), Delcídio do Amaral (PT/MS) e Romero Jucá (PMDB/RR), presidente da Eldorado Brasil, José Carlos Grubisich, presidente do Conselho da Fibria, José Luciano Duarte Penido, economistas como José Roberto Mendonça de Barros e Flavio Castelo Branco, Secretários Municipais, Estaduais, prefeitos, deputados e jornalistas.

Foi uma clara e evidente demonstração dos principais interlocutores dos mais diferentes setores do Estado em tratar dos assuntos da indústria e de como podem influenciar decisivamente no desenvolvimento dos nossos municípios. Propor uma agenda moderna e avançada capaz de reforçar a base que vem sendo construída para dar suporte ao crescimento industrial é fundamental para aliar inovação e competitividade com soluções para os gargalos que ainda interferem na nossa produção. Esta foi a lógica que conduziu a Semana da Indústria, realizada de 20 a 24 de maio na Fiems.

A Casa da Indústria foi cenário para acontecimentos notáveis, como o lançamento e apresentação do Plano Inova Empresa pelo ministro Marco Antonio Raupp, o Fórum de Secretários Municipais de Desenvolvimento, os encaminhamentos apontados durante as rodadas das cadeias produtivas, que reuniu perto de 126 empresários, a posse dos 28 membros do novo Conselho Estratégico da Fiems, Sessão Itinerante da Câmara Municipal de Campo Grande, além das homenagens que fizemos às lideranças. Entrega do Prêmio MS Industrial de Jornalismo, no seu 3° ano, trouxe para Casa da Indústria jornalistas de todas as regiões e dos mais expressivos e relevantes veículos de comunicação.

O nosso setor em Mato Grosso do Sul já conta com 11.115 indústrias que empregam 134.883 trabalhadores. O PIB (Produto Interno Bruto) Industrial deve fechar 2013 em R$ 12,1 bilhões e as empresas industriais têm a expectativa de obter faturamento de R$ 24 bilhões. Os números demonstram o vigor da nossa indústria que, ao contrário do cenário nacional, tem apresentado crescimento contínuo.

Neste contexto, tratamos de temas estratégicos, como a qualificação profissional, logística, energia, competitividade e regionalização da indústria, além da prorrogação dos incentivos fiscais do Estado até 2028, conquista recente junto ao Governo do Estado e que foi detalhada para cada segmento durante as cadeias produtivas, com amplitude de informações e profundidade de orientações.

Foram dias muito produtivos. Ouvimos do Ministro Marco Antonio Raupp, por exemplo, a garantia da redução da burocracia na aprovação dos projetos de inovação tecnológica interessados nos recursos da ordem de R$ 32,9 bilhões para impulsionar a produtividade e a competitividade em diversos setores da economia. Nos disse o Ministro que a ordem em Brasília é dar uma resposta em até 30 dias para as empresas que apresentarem projetos de inovação e, em caso de positiva, 3 meses no máximo para a produção dos documentos necessários para liberação dos recursos. É animador.

Do governador André Puccinelli comprovamos a determinação em defender os nossos incentivos via articulação de uma união entre todo o Centro-Oeste, Norte e Nordeste contra a unificação da alíquota de ICMS. Cada vez mais nossa vocação para crescer e se tornar Estado forte e representativo na Nação está associada à nossa capacidade de impulsionar o desenvolvimento industrial. Nós estamos cumprindo esse compromisso.

(*) Sérgio Longen é empresário do setor de alimentos e presidente da Fiems – Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul.

Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...
A Odisseia da Chape
Não tenho dúvidas de que o esporte funciona como uma metáfora da vida. As mazelas e dramas humanos estão presentes em todas as etapas da trajetória d...
Comunicação da qualidade dos alimentos
É importante que as notícias do agro cheguem de maneira correta aos moradores dos grandes centros urbanos. A maioria destes consumidores de alimentos...



CONCORDO COM O SIDNEI...E ISSO É A CHAMADA MAO DE OBRA FARTA E BARATA!!! EMPRESARIOS BUSCAM AUMENTAR SEUS LUCROS,MAS PAGAM UM SALARIA DIGAMOS RIDICULO! E O LUCRO DELES SOBEM ABSURDAMENTE!
 
RAFAEL ALVES em 05/06/2013 13:54:56
Muito bonito o discurso, agora... ninguém falou em qualificar seu trabalhadores, pagar um salario justo e não um salario de fome que se estes empresários pagam aos seu funcionários. So pensam em seus lucros.
 
SIDNEI MENESES AQUINO em 05/06/2013 09:54:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions