A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

23/04/2013 08:00

O perfil do investidor contemporâneo

Daniel Ávila (*)

Acumular reservas financeiras no Brasil é uma tarefa um tanto desafiadora. A participação do governo e os gastos correntes de uma família por vezes consomem todos os rendimentos mensais e não raro avançam pelos meses subsequentes, traduzindo-se em dívidas e pagamentos de juros.

Mas aqueles que conseguem superar a linha que separa tomadores e poupadores, acabam se deparando com um problema estrutural. As informações sobre os investimentos mais adequados para preservação e aumento de capital nem sempre estão disponíveis nos veículos de onde se esperaria este serviço: os bancos.

Só as pessoas muito bem informadas, que dedicam tempo e energia para assunto é que conseguem acessar os produtos efetivamente interessantes sob o ponto de vista do investidor. Há os que resolvem, com uma certa dose de voluntarismo, fazer cursos e operar diretamente, dividindo a atenção entre trabalho, família, as notícias e assédios do mercado pelo ativismo de compra e venda de ações, títulos públicos e privados ou derivativos.

Em geral, há uma expectativa de ganho fácil, aliada a promessas de entender gráficos do mercado e fazer fortuna no homebroker. Mas quem realmente compreende a dinâmica de funcionamento do mundo das finanças, rapidamente percebe que a principal fonte de renda é o próprio trabalho e o mercado especializado pode ser um aliado na construção da independência financeira.

Assim, aqueles que ganham mais dinheiro com a própria atividade profissional do que operando no mercado ou fazendo cursos de como investir, encontram os verdadeiros especialistas deste mercado: os gestores de fundo e patrimônio. Sem a pretensão de construir riqueza em meses, periodicamente distribuem seus recursos em diversas estratégias e fazem o controle efetivo do ganho patrimonial, com um prazos de 10, 15 ou 20 anos.

Os motivos para investir dessa forma são vários. O mais comum é acumular para uma futura complementação da aposentadoria, mas também há os que estão planejando a compra de um imóvel ou, ao contrário, acabaram de realizar a venda e não querem imobilizar o dinheiro novamente. Alguns já pouparam o suficiente durante a carreira para viver do rendimento das próprias economias e precisam de um sistema que forneça as informações sobre os principais gestores em diferentes categorias (ações, multimercados, renda fixa, etc).

Neste aspecto, o site Comparação de Fundos (www.comparacaodefundos.com) tem sido um aliado. É possível encontrar informações de maneira rápida e organizada e a ferramenta de acompanhamento da carteira permite aos usuários economizar tempo e monitorar a evolução patrimonial, atualizada automaticamente.

O mercado financeiro é uma forma de planejamento patrimonial e não uma mesa de jogo, como frequentemente o vemos retratado na imprensa, em blogs ou em conversas informais. Hoje o investidor contemporâneo conta com este suporte para apresentar informações sobre os fundos comandados pelos gestores mais bem preparados dentro de cada categoria e encontram os profissionais que podem cuidar de seu patrimônio com o máximo de alinhamento de interesse.

As mudanças conjunturais traduzidas principalmente pela queda do patamar de juros tiraram da zona de conforto uma população que estava há muitos anos acostumada com já superada situação de rentabilidades elevadas, baixo risco e liquidez.

Devido à forte presença online, a equipe do Comparação de Fundos atende com a mesma qualidade as pessoas em todo o Brasil, rompendo a barreira geográfica dos Bancos de Investimento que somente abrem as portas para nas áreas nobres de grandes capitais. Há clientes hoje que possuem investimentos entre 50 mil e 10 milhões de reais. O patrimônio financeiro médio é de 400 mil reais por cliente e a custódia dos recursos é feita integralmente por bancos de primeira linha, Bancos Bradesco e BTG Pactual.

Em tempos de incertezas e indefinições, esta equipe oferece um serviço cada vez mais necessário e valorizado pelo público. São médicos, profissionais de tecnologia, engenheiros, advogados, dentistas, arquitetos, juízes, promotores, funcionários públicos e empresários que possuem inúmeras outras preocupações no dia-a-dia e que precisam de informação rápida, fácil e acessível para investir de forma mais segura e eficiente. Fica a dica.

(*) Daniel Ávila é empresário e diretor do site www.comparacaodefundos.com

Desglobalização seletiva
Para muitos analistas, a desglobalização significa a tendência das nações se fecharem para o comércio internacional. Neste movimento estão incluídos ...
Terça-feira de carnaval não é feriado
Bem ao contrário do que a maioria pensa, a terça-feira de carnaval não é considerada oficialmente feriado nacional. O mesmo ocorre com a quarta-feira...
Desenvolvimento Sustentável: Utopia ou uma possibilidade real?
Ao enfrentar um novo paradigma na sociedade, a academia, o marketing empresarial, relatórios executivos e até discursos eleitorais apelam para a “con...
Novos pobres
Haverá, só neste ano, mais 3,6 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha da pobreza. É impossível (para quem ainda consegue estar saudável dentr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions