A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

12/01/2011 08:41

Para que serve a ANAC?

Por Arthur Rollo (*)

O nosso caos aéreo já dura anos e se deve, em grande parte, à sucateada infraestrutura aeroportuária. O maior aeroporto do Brasil está muito aquém dos aeroportos do mundo.

Aqui ainda embarcamos em ônibus e por meio de escadas e há quem veja como humilhante o fato do avião presidencial, novinho, ter que fazer uma ou mais escalas para chegar ao seu destino.

Vexatório é ficar horas esperando para embarcar nos nossos aeroportos e, depois disso, ter que pegar um ônibus e subir escada para chegar ao avião e, ainda, aguardar na fila da pista para que este possa decolar.

A falta de concorrência entre as empresas aéreas é gritante. Duas empresas dominam o mercado e disputam entre si o posto de quem maltrata mais os consumidores.

É intolerável, ainda que sob chuva intensa, que uma empresa apresente atrasos e cancelamentos em mais da metade dos seus vôos. Isso demonstra que não existe qualquer temor de punição.

Uma agência nacional tem a finalidade de disciplinar e controlar as atividades de um dado setor. O objetivo da ANAC é disciplinar as empresas aéreas e controlar as atividades que elas desempenham.

Volta e meia a ANAC adota a drástica medida de proibir temporariamente a venda de passagens. Adianta alguma coisa? Em outras oportunidades aplica multas. Adianta alguma coisa?

A grande providência que a ANAC adotou no ano passado foi a de fechar alguns de seus postos nos aeroportos sob a alegação de que não havia demanda dos passageiros.

O papel da ANAC era acompanhar as filas nos guichês de atendimento e, posteriormente, o embarque dos passageiros, ou seja, fiscalizar se os serviços estavam sendo prestados de forma eficiente pelas empresas aéreas. Se ocorre atividade nos aeroportos existe demanda.

A maior prova da ineficiência da ANAC são os Juizados Especiais nos aeroportos. Esses órgãos do poder Judiciário têm a função de resolver os problemas entre as empresas aéreas e os passageiros. Desde a sua instalação, as atividades vêm sendo intensas. Se a ANAC regulasse e fiscalizasse eles seriam absolutamente desnecessários.

O problema dos aeroportos é complexo. Depende da melhoria da infraestrutura, o que certamente terá que acontecer através da privatização, única forma de resolver rapidamente a questão sem comprometer as verbas para os demais serviços públicos.

Depende do aumento da concorrência do mercado, o que pode ocorrer mediante a permissão de que empresas estrangeiras operem rotas nacionais. Depende de uma conscientização das empresas que já atuam no nosso mercado, que utilizam seus funcionários e suas aeronaves no limite, colocando sob permanente risco de atrasos os passageiros.

A Resolução ANAC n° 141, que entrou em vigor em 13 de junho de 2010, é acintosamente desrespeitada pelas empresas aéreas, como temos visto diariamente.

Se a ANAC não fiscaliza e suas resoluções são desrespeitadas, para que serve então? Para ajudar companheiros? Deveria servir para proteger os passageiros, o que não acontece. Quem vem fazendo isso, na realidade, é o Judiciário.

(*) Arthur Rollo é advogado e doutor pela PUC/SP.

Chacina e colapso nas prisões brasileiras
Nestes poucos dias do Ano da graça de 2017, o Brasil e o Mundo viram estarrecidos o massacre brutal de cerca de pelo menos 134 detentos, dentro das p...
Em busca da competitividade sustentável para o agronegócio
O papel da sanidade animal e vegetal Há décadas as questões sanitárias de plantas e animais integram a lista das preocupações do agronegócio brasilei...
Elementos da teoria da decisão
A propósito do fim do ano de 2016 (terrível na política e na economia) e com o ano de 2017 (com esperanças de que as coisas melhorem), participei de ...
O diálogo inter-religioso
Desde a declaração Nostra Aetate, do Concílio Vaticano II, a Igreja busca manter o diálogo inter-religioso. Aí surge a pergunta: Por que o diálogo co...



Bom dia!Fiz um cancelamento de uma viagem e a TAM ficou de me reembolsar desde outubro,e agora fiz o pedido e disseram-me que já fizeram o depósito em novembro o qual não consta em minha conta bancária,como devo proceder,,já que tenho prova em meu extrato bancário que não entrou dinheiro na conta no dia 21/11 a data a qual dizem tem feito o depósito.Obrigada.
Vânia do socorro.
 
Vânia do socorro da silva barros em 14/02/2014 08:01:29
Sr. Arthur, a "grande" ANAC serve para abrigar a "cumpanheirada" e nos fazer passar vergonha na copa que se aproxima rapidamente. Deveria chamar-se ANARQUIA.
 
Ronaldo Ancél Alves em 12/01/2011 02:03:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions