A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

31/03/2012 09:29

PNL - Programação Neurolinguística e Vendas

Por Roberto Patzlaff (*)

A PNL estuda a estrutura da experiência subjetiva, como o cérebro e a mente funcionam e como estruturamos o pensamento, a emoção e a comunicação.

Veja Mais
Tédio é a falta de projeto
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?

As poderosas técnicas e ferramentas da PNL, são de aplicação prática, imediata e efetiva para a conquista de metas, realização pessoal e profissional.

Vendas:

Qual a atitude que nós precisamos que irá assegurar a nossa habilidade de ganhar a mente e o coração das pessoas, ganhar vendas, negociações, influência, persuadir e criar clientes fiéis?

- Para isto temos que levar o nosso cérebro para o processo da venda em si, e ao fazer isso, nos leva ao processo de assistir ao comprador potencial a entender como um produto ou um serviço em particular pode satisfazer uma necessidade. Se existir uma necessidade, nós podemos então facilitar uma decisão. Por esta razão a venda, como a comunicação, envolve entrar para dentro do mundo do comprador para entender as coisas dentro do seu ponto de vista. Então ao fazer isso, nos fortalecemos para facilitar suas estratégias para a compreensão, a motivação e a tomada de decisão.

A atitude que compõe a excelência em venda é a “Atitude de Abundância”. Isso significa, adotando o ponto de vista de que nós vivemos em um mundo de fartura, de que existe fartura para todos, que nós podemos optar pela cooperação e pela competição amistosa antes do que pela competição negativa, e que ela se estenda a nós mesmos, e nos outros geralmente elicia o mesmo, cria confiança e permite que as pessoas sintam-se seguras conosco.

Este pensamento de abundância também facilita o mesmo em nós mesmos. Dá-nos um sentido de segurança sobre a venda e a falta de desesperança. Nós não precisamos empurrar pressionar nem forçar uma venda. Ela fluirá naturalmente.

"A essência de sermos produtivos é criar um mundo no qual todos ganham por que existem maneiras de se criar mais, ao invés de termos de brigar para dividir uma porção limitada." (Richard Bandler)

(*)Roberto Patzlaff é Master Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) pela International Association for Neuro-Linguistic Programming e pelo Deutscher Verband für Neuro-Linguistisches Programmieren. Especialista em Psicodrama. www.rbrasilconsultoria.com.br

Tédio é a falta de projeto
Recentemente, deparei-me com duas situações. Na primeira, eu almoçava com dois amigos, ambos na faixa dos 55 anos de idade, funcionários públicos bem...
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?
Claro, depende da hora e do mercado, exportação ou de mercado interno. Agora, falando da soja, o principal produto da pauta brasileira de exportações...
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions