A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

27/02/2013 08:13

Sendo parte, os sinos dobram por ti!

Por ane Marí Paim (*)

É reconhecido o amor que os gaúchos têm pelo seu estado. Suas tradições ultrapassaram as fronteiras do Rio Grande do Sul e hoje se encontram concretizadas em tantos CTGs pelo país todo. A fala dos ‘tus’ e dos ‘erres’, vestimentas, músicas, alimentação, a participação efetiva no meio em que estão inseridos, os identificam e integram onde quer que estejam.

Veja Mais
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
A aviação e suas regras

O amor pelo Brasil é fato e torna-se mais vibrante, principalmente quando estamos no exterior, ouvimos a nossa língua e imediatamente nos identificamos - somos brasileiros. Mas aqui, reconhecemos nossas deficiências, cantamos nossas mazelas e não desistimos nunca.

É notório o apego que os torcedores têm pelos seus times, formando torcidas compostas por milhares de pessoas espalhadas pelo mundo todo.
Muitos sofrem anos pelas constantes derrotas do seu clube, e vão ao êxtase quando alcançam a vitória. Não são torcedores pelas vitórias, mas porque fazem parte.

Num outro patamar não menos importante, defendemos a nossa família ferozmente. Admitimos até críticas a um ou outro membro, mas desde feitas por nós mesmos, jamais por terceiros.

O mesmo se dá pela empresa onde trabalhamos. Somos responsáveis pelo seu sucesso; investimos nosso esforço, tempo e trabalho para que ela se fortaleça sempre mais porque isso é motivo de orgulho para todos nós.
Quando vestimos a camiseta da empresa estamos construindo nosso futuro profissional e da certeza de que fizemos a escolha certa.

A isso se chama sentimento de pertença, que surgiu como sentimento psicológico de comunidade, em 1974, no campo da psicologia comunitária.
Implica preocupação de uns com os outros e com o grupo, e uma fé partilhada de que as necessidades dos membros serão satisfeitas através do compromisso de permanecerem juntos.

Compõe o sentimento de pertença tudo o que sentimos com relação ao que fazemos parte: orgulho de pertencer; sentir-se membro reconhecido como integrante; sentir-se responsável pelo desempenho, pelos problemas, objetivos e política; e reação às críticas feitas, o que nos leva a defesas imediatas.

Esse conceito, embora recente, reflete uma prática antiga das pessoas e lembra John Donne quando diz que somos parte do todo, e assim, o que atingir qualquer ser humano em qualquer parte do mundo, me diminui.
Então, “não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”.

Ser parte está na razão inversa da desatenção civil ou do direito à privacidade. Porque implica em envolvimento, proximidade, afetividade, o que nos torna vulneráveis a violência principalmente nas grandes cidades. Porque é sempre mais fácil não ver, passar longe, não tomar conhecimento.

Mas os benefícios do pertencer são muito maiores. Diminui a solidão; aumenta o calor humano, a satisfação e o prazer do convívio; nos fortalecem porque estamos juntos; participamos do crescimento das pessoas que nos cercam e das empresas onde trabalhamos; e nos tornamos mais humanos, solidários com as alegrias e tristezas de todos. Talvez não tenhamos perdido ninguém na tragédia da Boate Kiss, mas muitos perderam e isso também nos atinge, nos diminui e entristece!

(*)Jane Marí Paim, coordenadora do curso de Direito do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions