A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

08/12/2014 09:24

Varejista: como potencializar seus resultados no fim do ano?

Por Marcelo Murin (*)

Eis que chegou dezembro: o último e melhor mês para o varejo! A hora é de executar tudo aquilo que foi amplamente discutido, determinado e preparado, com o objetivo de minimizar as perdas de um ano extremamente complicado para o varejo nacional.

Veja Mais
Elementos da teoria da decisão
O diálogo inter-religioso

Sabemos que as previsões de consumo não andam nada otimistas, mas não é por isso que devemos ficar apenas reclamando da conjuntura e “jogar a toalha”. É o momento de arregaçar as mangas e buscar alternativas para conquistar aqueles consumidores que certamente irão às ruas realizar suas compras de final de ano.

Mesmo com um cenário negativo, naturalmente as pessoas compram mais em dezembro. Talvez seja até um efeito psicológico, que o conhecido “espírito natalino” cause aos consumidores. Uma certa fuga da realidade, que gera uma grande oportunidade ao varejo nesta época. A grande questão é: como potencializar esse movimento?

A primeira coisa importante a ter em mente é se diferenciar de sua concorrência. E aqui diria no sentido mais amplo de concorrência. Todo e qualquer estabelecimento comercial está batalhando pela sua participação no bolso do consumidor.

Já não há mais tempo para elaborar grandes campanhas, investir em diferenciação de sortimento, estoques muito agressivos, alterar planos de comunicação, assim como outras atividades que deveriam ter sido planejadas nos últimos meses. Diante desta perspectiva, como o momento é crítico e requer ação, diria que o foco deve ser estabelecido em duas frentes: inovação e serviços.

Inove através de atividades de rápido impacto junto aos consumidores, buscando se diferenciar. Crie uma ambientação atrativa, encante e inspire seus clientes. Realize ações rápidas e de alto impacto na percepção dos consumidores, o que certamente deixará resultados residuais para sua loja e marca, além de, claro, garantir vendas ao longo do mês de dezembro.

Em serviços, aja com diferenciação. Ofereça benefícios adicionais, tais como estacionamento gratuito, espaços diferenciados para crianças e acompanhantes. Busque formas de gerar impacto de qualidade na percepção de atendimento a seus clientes. Neste quesito é fundamental fazer com que o shopper sinta-se especial. Desta forma, sua loja garantirá a fidelidade do mesmo, que também poderá se perpetuar futuramente.

Em suma, busque alternativas que podem ser trabalhadas no varejo nestas últimas semanas do ano para potencializar seus resultados. Haja com criatividade e “jogo de cintura”. Aproveite seu amplo conhecimento de mercado e do comportamento de seus clientes, pois certamente isso irá trazer soluções benéficas. Em momentos difíceis é fundamental pensar fora da caixa. Faça diferente para obter resultados diferentes!

(*) Marcelo Murin é administrador de empresas com especialização em marketing e sócio-fundador da Officina di Trade.

Elementos da teoria da decisão
A propósito do fim do ano de 2016 (terrível na política e na economia) e com o ano de 2017 (com esperanças de que as coisas melhorem), participei de ...
O diálogo inter-religioso
Desde a declaração Nostra Aetate, do Concílio Vaticano II, a Igreja busca manter o diálogo inter-religioso. Aí surge a pergunta: Por que o diálogo co...
Embarque comprometido
O Brasil está entre os cinco melhores mercados de aviação doméstica, mas há quase dois anos vem perdendo demanda por conta do cenário econômico. Só e...
Travessia sustentável
O Relatório Anual do FMI (Fundo Monetário Internacional), sobre a situação econômica de seus países-membros, saiu em novembro do ano passado e projet...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions