A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

26/10/2011 11:52

Ação de combate ao contrabando já prendeu 14; quatro militares fugiram

Nadyenka Castro

Foram feitas prisões em Naviraí, Iguatemi, Eldorado, Japorã e Campo Grande. Oito pessoas estão foragidas

PMs presos acusados de colaborar com quadrilha estão sendo encaminhados à Corregedoria Geral da PM. (Foto: João Garrigó)PMs presos acusados de colaborar com quadrilha estão sendo encaminhados à Corregedoria Geral da PM. (Foto: João Garrigó)

Quatorze pessoas já foram presas na manhã desta quarta-feira na operação “Fumus Malus” que visa desarticular uma quadrilha de contrabandistas integrada também por policiais militares.

Até o fim desta manhã tinham sido feita prisões em Naviraí, Itaquiraí, Iguatemi, Itaquiraí, Mundo Novo, Sete Quedas e Campo Grande. Entre os presos estão 12 militares. Quatro ainda não foram localizados.

De acordo com o MPE (Ministério Público Estadual), os militares que ainda não foram encontrados: Sidarta Maciel, Antonio Solidade Silva, Florisvaldo Oliveira dos Santos e Flávio Inácio Geromini.

Também não foram localizados Cícero Franco Fonseca, Nelson Nogueira Aguiar e José Carlos Lima, que não são policiais.

Do total de prisões feitas, cinco são em cumprimento a mandado de prisão temporária e nove de preventiva. Também foram cumpridos 29 mandados de busca e apreensão.

Um dos militares presos é Clodoaldo Mendonça de Lagoas. Entre os policiais que estão foragidos, dois deles - sargento Florisvaldo e soldado Flávio - já tinham sido expulsos da instituição, mas, retornaram por força de determinação judicial.

Já o soldado Sidarta responde a processo disciplinar, o qual já está em fase final, em recurso da defesa.

A ação desta quarta-feira é resultado de investigação que começou em outubro de 2010, pela Agência Central de Inteligência da PM, segundo o comando da Polícia Militar, depois de denúncias contra militares que estariam facilitando a passagem de contrabando.

Um primeiro grupo envolvido com o esquema já havia sido preso na segunda-feira, na operação Holambra. A ação terminou com 21 presos, sendo oito policiais militares. Todos os militares vão responder a processo disciplinar e podem ser expulsos da corporação, a exemplo do que aconteceu com Cleber de Queiroz.

Cleber era soldado da PM e foi tirado da segurança pública em 2008 por envolvimento com o contrabando. Na segunda-feira ele voltou à cadeia pelo mesmo motivo, desta vez como civil.

Além de trazer para o Brasil cigarro paraguaio, o bando ameaçou de morte o comandante da PM (Polícia Militar) coronel Carlos Alberto David dos Santos e o comandante da Polícia Militar Rodoviária, major Joilson Queiroz Sant’Ana.

Operação contra quadrilha do cigarro cumpre mandados em 9 municípios
A operação da Polícia Militar em conjunto com o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) cumpre 24 mandados de prisão e 29 ...
Operação na fronteira deve prender mais de 20 PMs da quadrilha do cigarro
Operação desencadeada na manhã de hoje em municípios da região sul do Estado cumpre mais de 20 mandados de prisão contra policiais militares.Segundo ...



Sr.Helio Jara Nunes,o seu comentário foi um tanto equivocado; é comum que em grandes operações como essa, alguns mandados deixam de serem cumpridos,foram expedidos mais de 60 MBA, mais de 34 MP e mais de 200 profissionais foram empenhados e o Sr. vem dizer que o Gaeco,o MP, a Rec.Federal ,Promotores de Justiça, Auditores, Policiais Militares,e outros profissionais empenhados não teêm competencia.
 
Nauro Albuquerque LARA em 26/10/2011 10:01:03
Ainda bem que ainda tem policiais honestos,caso contrario estariamos perdidos, agora essa turma vai falar assim"fumus males e se fumemos".
 
Jurandy de Oliveira em 26/10/2011 04:02:10
Isso que dá fazer operação com a PM, os bandidos fogem mesmo. Fico feliz pelo lado da limpeza que está sendo feito, isso merece sim nosso reconhecimento. Mas Gaeco coloquem essas operações nas mãos de quem sabe fazer. A operação de Alcinópolis não fugiu ninguém pq quem fez sabe trabalhar e não deixa operação vazar. Somente essa consideração, de resto parabéns Gaeco.
 
Hélio Jara Nunes em 26/10/2011 03:57:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions