A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/11/2016 13:44

Apenas 20% das pessoas cumprem o necessário para evitar Aedes aegypti

Christiane Reis
Objetos como pneus e garrafas devem ser descartados de forma correta para não acumular água. (Foto: Repórter News)Objetos como pneus e garrafas devem ser descartados de forma correta para não acumular água. (Foto: Repórter News)

Embora as informações sobre como evitar ambientes propícios à proliferação do Aedes aegypti sejam divulgadas e repetidas constantemente, informação da Coordenadoria do Controle de Vetores do Estado apontam que apenas 20% das pessoas de fato fazem o necessário para eliminar os focos do mosquito.

Veja Mais
Núcleos de combate à dengue serão instalados em 9 municípios de MS
Um ano após primeiros casos de zika, mães comemoram saúde dos bebês

Segundo o gerente do Programa de Controle de Vetores do Estado, Marcio Luiz de Oliveira, evitar o acúmulo de água parada ainda é a medida mais eficiente contra o focos do Aedes argypti. “Não deixar que a água se acumule é ainda a forma mais eficiente para evitar a proliferação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika e chikungunya. Mas apenas parte da população faz o que precisa ser feito, apesar de ter conhecimento”.

Outras medidas são consideradas eficazes quando o mosquito já é adulto, como a instalação de telas em portas e janelas, o uso de repelentes corporais, inseticidas em spray ou ainda repelentes elétricos que prometem espantar esses insetos por até 10 ou 12 horas, segundo Marcio Luiz.

Hábitos urbanos - O Aedes aegypti diminui sua atividade nos períodos de inverno ou em ambientes com temperaturas mais amenas. “Uma boa dica, e que funciona, é o ar condicionado. Se ligado a uma temperatura igual ou inferior a 22°C pode inibir a ação do mosquito. Isso seria ideal durante a noite”, explicou o gerente do Programa de Vetores.

Mosquito de hábitos urbanos, o Aedes permanece nas residências, onde há alimento (sangue) e possíveis locais com água parada, onde ele pode colocar os ovos. “Pelo menos 86% dos vetores estão dentro de casa. É um mosquito urbano. Mas não basta que não sua casa não tenha foco. É preciso que todos cooperem porque o mosquito pode percorrer até 150 metros de distância, então, se ele não tiver foco na sua casa, ele pode ir apenas para se alimentar”, explicou Marcio.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions