A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

24/11/2016 19:03

"Sorridente e gostava de funk", dizem amigos sobre jovem morto em acidente

Christiane Reis e Adriano Fernandes
Júlio Ângelo tinha 21 anos e deixou uma filha de seis meses (Foto: Reprodução Facebook)Júlio Ângelo tinha 21 anos e deixou uma filha de seis meses (Foto: Reprodução Facebook)

Um jovem sorridente e que gostava de dançar funk foram a tônica do velório de Júlio César Ângelo, 21 anos, que morreu após colidir a motocicleta, que pilotava, em um ônibus, durante a madrugada desta quinta-feira (24). Júlio Ângelo era muito querido por todos do Bairro Nashville, onde morava, e deixou uma filha de seis meses, fruto de relacionamento anterior. O sepultamento será às 10 horas desta sexta-feira (25) no Cemitério Park Monte das Oliveiras.

Veja Mais
Jovem morto em acidente trabalhava em mercado e não tinha CNH
Fórum de Desenvolvimento Sustentável do Sesc debate saneamento básico

Amigos, que preferiram não se identificar, contaram que Júlio Ângelo e o amigo, que seguia com ele na garupa, teriam saído juntos e consumido bebida alcoólica. “Ontem por volta das 19 horas estivemos juntos e às 23h30 ele já havia ido dormir, mas um outro vizinho foi até lá e insistiu para que saíssem juntos”, contou uma amiga.

Os amigos relataram que os dois foram até uma casa de show e depois para uma conveniência próximos ao bairro. “Depois não tivemos mais informações”, disse uma amiga. Ela contou que o rapaz que seguia na garupa não ajudou a socorrer Júlio Ângelo, o que provocou o sentimento de revolta entre os amigos.

Pela manhã desta quinta-feira (24), o Campo Grande News apurou que o carona contou ao Corpo de Bombeiros que ambos estavam em uma conveniência e Júlio Ângelo teria visto que não daria tempo de cruzar a rua e ainda assim teria acelerado a moto.

Outra amiga, que conheceu Júlio Ângelo há um mês, também tem boas recordações. “ Foi pouco tempo, mas já foi o suficiente para ver que era boa pessoa e passar a gostar dele. Todas às vezes que eu o via ele estava feliz”.

Já o promotor de vendas, Klevis Souza, 21 anos, prestou serviço militar obrigatório junto com Júlio Ângelo. Eles conviveram por um ano no quartel e depois deram continuidade à amizade. “Ele era muito alegre, gostava de dançar, principalmente funk", disse. Sobre o período que se conheceram ele resumiu: "Foi uma época que só tínhamos um pelo outro”, disse.

Fórum de Desenvolvimento Sustentável do Sesc debate saneamento básico
Parte das ações do Sipat (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) do Sesc-MS, foi realizado em Campo Grande nesta semana a segunda ediç...
Cara a cara com o assassino: Nando, o manipulador
A TV News ficou frente a frente com o serial killer do Danúbio Azul. Em uma entrevista de meia hora, Nando assumiu 17 mortes. Disse ainda que matou p...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions