A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Dezembro de 2014

18/06/2011 22:38

Acidente na BR-163 mata policial rodoviário federal em Campo Grande

Ítalo Milhomem

O policial rodoviário federal Christiano Haddad Camolesi, de 40 anos, morreu em um acidente de trânsito, por volta das 20 horas deste sábado, na BR-163, próximo ao clube de campo da Funlec, em Campo Grande

De acordo com a Polícia Civil, Haddad estava no seu dia de folga. Ele pilotava uma moto Suzuki 750 cilindradas e teria colidido na traseira de um monza, com placas de Rochedo. A PRF(Polícia Rodoviária Federal) informou que um Monza estava no acostamento, sem nenhuma iluminação ou sinalização e teria adentrado bruscamente na pista, ocasionando o acidente.

A traseira do carro ficou destruída. Devido à velocidade e ao forte impacto, a moto do policial ficou divida em três partes. Christiano teve morte instantânea.

O motorista no Monza e mais uma segunda pessoa fugiram a pé. A Polícia já tem a identificação do condutor envolvido no acidente, mas informou que não irá divulgar o nome até que ele seja encontrado ou se apresente para prestar os esclarecimentos sobre o acidente.

O PRF fazia parte do grupo de policiais especializados em patrulha sobre motos. Haddad completou 40 anos em abril, era casado e ingressou na polícia em 1996 e estava lotado no Delegacia da PRF em Campo Grande

Em nota, a PRF afirmou que é lamentável divulgar vítimas da violência no trânsito, e mais triste ainda, quando a vítima é uma das pessoa que se dedicou anos de sua vida no combate aos acidentes como o deste sábado.



Meus sentimentos aos familiares do Christiano. Tive o prazer de conhece-lo alguns dias antes do acidente, era um grande parceiro.....

 
Diogeres Maricato em 02/07/2011 10:41:09
Fico triste em saber que em nossos passeios de final de semana ele não estará mais.
 
Algacir Amaral em 21/06/2011 12:32:52
ele era amigo do meu pai e morreu no dia do niver do meu pai, realmente triste!
 
Henrique Marcellino em 21/06/2011 10:11:16
É realmente lamentável, porém acidentes como este continuarão a acontecer, enquanto estiverem no trânsito motoristas irresponsáveis e inconsequentes como este do carro e pilotos de moto que andam em tão alta velocidade, como certamente estava o policial.
 
solange lopes em 20/06/2011 09:38:58
O grande problema que esse motoqueiros (principalmente de motos grandes), acham que a volocidade minima é 180 kmph... lembram o caso do Norberto Pinesso???Pois é, ele estava a 280 km ph.. Isto é brincar com a vida dele e dos outros.
 
Arlindo Cézar Pontes em 20/06/2011 09:15:39
Uma pergunta? mas para uma moto se partir em tres pedaços a velocidade e muinto grande, e que eu saiba ali nao e lugar pra estar na velocidade que aparentemente estava o policial........o carro estava errado tudo bem......mas e o exemplo de quem cuida de vidas no transito .................pt
 
Joao de Souza em 20/06/2011 08:14:31
Uma tristeza a morte deste policial porém, se tivesse trafegando com a velocidade compatível e regulamentada por lei, poderia em tese, ter evitado a própria morte. Punição aos culpados!
 
Julio Aranda Delena em 20/06/2011 07:29:11
Meus sinceros pesames à família de Christiano.
 
Reginaldo Salomão em 20/06/2011 07:09:30
Minhas condolências a familia do policial.
 
Valdir Viana em 20/06/2011 07:03:41
Ver a velocidade da moto... Coisa que os responsáveis pelo trânsito não falam, mas que isto está elevando os indices de acidentes. A velocidade da moto no trânsito é a causa principal da maioria dos acidentes mais graves.
 
Nadir Giacomini em 19/06/2011 09:35:36
Para a familia deste policial federal, que sempre cumpriu com seu dever, so nos resta desajar muita força e confiança em Deus,pois estamos rezando muito por ele. Estou indignado e triste por ainda existir motoristas irresponsaveis, covardes, dirigindo veiculos sem o minimo de segurança e respeito ao ser humano. Tomara que prenda estes culpados por tirar a vida deste policial ,com severa puniçao, para existir de exemplo para que outros acidentes, nao venha ocorrer nunca mais, ficando tristeza em nossos coraçoes como desta familia que perdeu seu ente querido. Cadeia e borracha neles.
 
osmar frattini em 19/06/2011 08:49:16
infelizmento ainda temos pessoas como este condutor deste veiculo inrresponsavél negrigente esse cidadão não pode mais dirigir nem para prestar socorro derrepente ele poderia no local ate salvar a vida do nosso companheiro de farda fico dignado com essa barbaridade tomara que isso não termina em pizza, ele pode livrar da justiça mas da lei de deus é dificil deus vai dar conforto para os filhos e esposa, deus abençoe a alma desse colega de farda, nova alvorada do sul, cbpm joão luiz 19/06/2011.
 
joão luiz gonçalves em 19/06/2011 08:23:00
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions