A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

22/10/2016 17:07

Após 16 dias internado, ex-integrante do grupo acaba recebe alta

Julia Kaifanny
Música recebeu alta, mas continuará sendo acompanhado pelos médicos do hospital. (Foto: Reprodução/Facebook)Música recebeu alta, mas continuará sendo acompanhado pelos médicos do hospital. (Foto: Reprodução/Facebook)

Recebeu alta nesta sexta-feira (21), o ex-integrante do Grupo Acaba, Eduardo Lincoln Gouveia, 60 anos, que estava internado na Santa Casa de Campo Grande desde o 5 deste mês. O músico  foi baleado com um tiro no abdômen, em um bar na Rua Pedro Celestino, na região Central da Capital.

De acordo com a assessoria da Santa Casa, Lincoln já estava em condições de ir para casa, mas como teve cinco perfurações, continuará sendo acompanhado pelos médicos do hospital.

O músico ficou 16 dias internado, passou por cirurgia e chegou a ficar no CTI (Centro de Terapia Intensiva), mas manteve sempre o quadro estável.

O caso - Lincoln teria discutido com um empresário identificado como Fauez Mohamed Ayoub, em um bar. O empresário sacou a arma e atirou em no músico e depois fugiu. O homem confessou ser autor e alegou legitima defesa. 

O caso foi encaminhado para a Depac (Delegacia de pronto atendimento) do Centro e está sendo investigado.

Acaba - Criado em 1969, o Acaba é um grupo regional de raiz do Mato Grosso do Sul, que ficou conhecido por divulgar o folclore desde o antigo Estado de Mato Grosso.

Esse ano, o grupo completou 50 anos com a gravação de um DVD de comemoração com canções clássicas do repertório da Associação de Compositores do Bairro Amambaí e terminou com uma verdadeira escola de samba com direito a bateria, musa inspiradora e muito samba no pé em pleno palco do Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. A gravação foi no dia 25 de setembro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions