A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

21/11/2016 17:45

Após denúncia, prefeitura substituirá medicamento vencido de posto

Dona de casa levou filhos à consulta, pediatra receitou vermífugo e 12 frascos entregues a ela estavam fora do prazo de validade

Anahi Zurutuza
Data de validade impressa na embalagem do remédio (Foto: Direto das ruas)Data de validade impressa na embalagem do remédio (Foto: Direto das ruas)

Depois que uma mãe denunciou ter recebido da farmácia de posto de saúde 12 frascos de um vermífugo com prazo de validade vencido, a Secretaria Municipal de Saúde Pública informou que vai substituir o remédio. Por meio da assessoria de imprensa, da Sesau garantiu que o problema só aconteceu por uma “falha individual”.

Veja Mais
Apenas dois postos 24h possuem médicos pediatras na escala desta manhã
Mãe denuncia: farmácia de posto de saúde distribui remédio vencido

“A informação sobre vencimento de data de validade dos medicamentos é de responsabilidade dos servidores da unidade. Houve, talvez, uma falha individual de servidor que não se atentou para o vencimento do prazo dos referidos medicamentos”, informou a nota da Sesau, acrescentando que os funcionários das farmácias têm de solicitar a troca dos produtos no almoxarifado central da secretaria sempre que necessário.

O caso – Sem perceber que o medicamento estava vencido, a dona de casa Keli Dias Limonge, 29, deu a primeira dose do vermífugo receitado pelo pediatra para os filhos de 5 e 9 anos na sexta-feira (18). Ela pegou o remédio na farmácia da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Serradinho – no norte de Campo Grande.

“É um absurdo, sempre falta remédio no posto e quando tem, está vencido”, afirmou no sábado (19) à reportagem.

Keli conta que pegou 12 frascos de albendazol, que venceram em setembro deste ano. “Cada um ia tomar três doses agora e outras três daqui a 20 dias. Como eu dei a primeira dose para eles, liguei no SAC [Serviço de Atendimento ao Consumidor] do laboratório para perguntar se eles poderiam ter alguma reação, mas graças a Deus não tiveram nada”.

Direto das Ruas - A sugestão acima foi feita por leitor via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, meio de interação entre a redação e o leitor, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador pelo número (67) 99687-7598.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions