A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

01/12/2016 09:20

Após temporal, manhã é de limpeza para moradores de residencial

Água de esgoto saiu pelos ralos dos banheiros de casa do Celina Jallad; Moradores dizem que casas sempre alagam

Yarima Mecchi e Julia Kaifanny
Manhã foi de limpeza para moradores de residencial. (Foto: Fernando Antunes)Manhã foi de limpeza para moradores de residencial. (Foto: Fernando Antunes)

Após as chuvas de ontem (30) e da madrugada de hoje (1) a manhã foi de limpeza para os moradores do Conjunto Habitacional Celina Jallad - região Sul de Campo Grande. Acostumados com problemas toda vez que chove ontem o inusitado aconteceu, a água do esgoto começou a sair pelo ralos.

Veja Mais
Em duas horas, Campo Grande teve mais de 90 milímetros de chuva
Dezembro inicia com previsão de chuvas isoladas e máxima de 33ºC em MS

A aposentada, Maria Claro Areco, passou a manhã limpando a casa e disse que o susto foi grande e que na casa dela e da vizinha a situação foi a mesma, água de esgoto voltando pelo ralo do banheiro e alagando a casa. "Começou a sair e foi muito rápido, só não chegou no quarto", relatou.

Entre às 16h20 e 18h20 choveu 92,2 milímetros, correspondendo a 56,7% da chuva do mês todo. Ela disse que não teve prejuízos porque os eletrodomésticos tem pé e ficam um pouco suspensos, mas que o cheiro era forte.
"A água era muito suja, a casa ficou fedendo".

Ainda de acordo com a moradora, a casa ficou parecendo uma piscina e que é comum a água entrar pela porta da cozinha, nos fundos da casa. "As casas sempre alagam, toda vez que chove é isso. Tem uma baixada atrás de casa e a água cai aqui".

Outra situação também foi da dona de casa Patrícia Garcia, 28 anos, ela relatou que a água entrou pelo fundo. "A calçada é irregular então a água fica acumulada e entra pela cozinha".

Banheiro ficou sujo por causa de água do esgoto. (Foto: Direto das Ruas)Banheiro ficou sujo por causa de água do esgoto. (Foto: Direto das Ruas)

Fora do residencial também houve estragos, o dentista Carlos Carreiro, que trabalha na Avenida Rachel de Queiroz, disse que a via ficou parecendo um rio durante a chuva de ontem. "Ficou completamente coberta pela água, só não entrou no consultório porque a calçada é mais alta".

A força da água quebrou o boeiro que fica próximo ao local e de acordo com Carlos os demais estão entupidos. "Está tudo entupido e não tem para onde a água ir".

Raios - O último dia de novembro foi chuvoso em Campo Grande e de acordo com o meteorologista Natálio Abraão, ontem a cidade teve a incidência de 1173 raios. Segundo as informações passadas por Natálio, os últimos três dias de novembro somaram 1.469 raios na Capital.

Tampa de boeiro quebrou com força da água. (Foto: Fernando Antunes_Tampa de boeiro quebrou com força da água. (Foto: Fernando Antunes_



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions