A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

05/11/2016 12:43

Atrasados para o Enem alegam trânsito e confusão com horário

Portões fecharam ao meio-dia e prova começou 30 minutos depois

Anahi Zurutuza com redação
Candidato foi impedido de entrar no Dom Bosco por chegar três minutos atrasado (Foto: Adriano Fernandes)Candidato foi impedido de entrar no Dom Bosco por chegar três minutos atrasado (Foto: Adriano Fernandes)
Na Uniderp, houve correria nos últimos minutos antes de portões fecharem (Foto: Marina Pacheco)Na Uniderp, houve correria nos últimos minutos antes de portões fecharem (Foto: Marina Pacheco)
Denis Osório é dominicano e não sabia que horário local era diferente do de Brasília (Foto: Marina Pacheco)Denis Osório é dominicano e não sabia que horário local era diferente do de Brasília (Foto: Marina Pacheco)

Muitos semáforos fechados no caminho, trânsito lento e confusão com o fuso-horário foram as justificativas de quem chegou atrasado para fazer o Enem 2016. Os portões fecharam ao meio-dia em ponto. Quem estava sem documento teve de sair dos locais de prova.

Veja Mais
Ansiosos, estudantes chegam até 5 horas antes do horário do Enem
Enem: professores alertam para as 90 questões e cuidado com o tempo

Os semáforos fechados foram as “pedras no caminho” do analista de sistemas Guilherme Pereira, 25 anos, que chegou apenas alguns segundos após o fechamento dos portões. Ele garante que saiu de casa, na saída para São Paulo – sul da cidade – às 10h30 e mesmo assim não conseguiu chegar a tempo. “Sem comentários. Faltou tempo, com tanto semáforo fechado por aí”, justificou.

O dominicano Denis Osório, 31, está no Brasil há três anos e meio, e decidiu fazer o Enem para cursar engenharia, já que em seu país de origem era topógrafo e aqui precisa dessa faculdade para exercer a mesma função em obras aqui.

Só que uma confusão de horários acabou atrapalhando o estrangeiro. “Me programei para chegar às 12h aqui, achando que o portão fosse fechar às 13h, só que tem isso do horário de Brasília e eu não estava compreendendo, achava que fosse o mesmo horário aqui”, lamentou.

Outros locais - Na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) teve quem chegou nos últimos minutos. Um ônibus estacionou em frente à universidade três minutos antes do meio-dia e inscritos desceram correndo. Um rapaz por pouco não conseguiu passar pelo portão.

Gabriel Rojas, 16, chegou 15 minutos depois do fechamento dos portões. “Eu achei que os portões abririam ao meio-dia”, lamentou. Morador da Vila Nasser, a cinco minutos do campus, ele disse que fará a prova amanhã. “O jeito agora é esperar o resultado dos outros vestibulares que eu já fiz”.

No Dom Bosco, teve gente que chegou 12h15, também achando que os portões fechariam às 13h. Foi o caso de Danielle da Silva Braga, 17. Ela saiu de Rochedinho, distrito de Campo Grande, de motocicleta, ficou bem frustrada com o atraso. Danielle chorou quando chegou e viu os portões já estavam fechados. "Era a primeira vez que eu ia fazer o Enem".

O funileiro Júlio Ribeiro da Costa, 50, chegou cerca de três minutos atrasado na primeira vez que iria fazer o Enem. “O trânsito estava intenso e não tive sorte”. (Com Julia Kaifanny, Luana Rodrigues, Richelieu de Carlo, Renata Volpe Haddad e Adriano Fernandes)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions