A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

05/11/2016 11:42

Candidatos não param de chegar aos locais de prova, mas não há tumulto

Anahi Zurutuza, Julia Kaifanny, Richelieu de Carlo e Adriano Fernandes
Na Uniderp, fluxo de pessoas é intenso nos últimos minutos de portões abertos (Foto: Marina Pacheco)Na Uniderp, fluxo de pessoas é intenso nos últimos minutos de portões abertos (Foto: Marina Pacheco)
Trânsito próximo à UCDB não é lento (Foto: Julia Kaifanny)Trânsito próximo à UCDB não é lento (Foto: Julia Kaifanny)

Inscritos para fazer o Enem 2016 não param de chegar. O trânsito em frente aos locais de obra está um pouco lento, mas é organizado por equipes do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) e da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). O fluxo de pessoas é intenso, mas não houve tumulto até agora.

Veja Mais
Ansiosos, estudantes chegam até 5 horas antes do horário do Enem
Enem: professores alertam para as 90 questões e cuidado com o tempo

Em frente à Uniderp e à UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) os ônibus chegam lotados a cada cinco minutos. Mas, nenhum dos entrevistados relatou problemas.

Não houve congestionamento em frente às universidades e ao Colégio Dom Bosco.

Quem decide parar para conversar com a equipe do Campo Grande News não esconde a ansiedade. Elizeu Romeiro, 19 anos, repositor de supermercado, quer cursas psicologia e foi fazer a prova na Uniderp. “A ansiedade aumenta quando vai chegando a hora. Não estudei o suficiente, mas acho que vou me sair bem”.

Kassia Julian, 17 anos, apesar da pouca idade, já se considera experiente na prova. É o terceiro ano que ela fazer o exame. “Estou um pouco nervosa, mas tento pensar que estudei bastante e vou conseguir”. Ela pretende fazer arquitetura.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions