A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

17/02/2012 15:59

Condenado homem que matou e foi preso 12 anos depois em ação da PM na Nhá-Nhá

Nadyenka Castro

Otacilio Valente Ramirez, 41 anos, assassinou o sogro com duas facadas. Ficou 10 anos foragido e só foi à cadeia quando policiais militares fizeram operação no bairro

Quatro pessoas foram presas durante operação da PM na Nhá-Nhá. Entre elas, Otacílio. (Foto: João Garrigó)Quatro pessoas foram presas durante operação da PM na Nhá-Nhá. Entre elas, Otacílio. (Foto: João Garrigó)

Em júri popular realizado nesta sexta-feira, Otacilio Valente Ramirez, 41 anos, foi condenado a cinco anos de prisão pela morte do sogro. Otacílio ficou foragido por mais de 10 anos e foi preso em agosto do ano passado, durante operação da PM (Polícia Militar), na Vila Nhá-Nhá.

Embriagado, Otacílio matou o sogro com duas facadas em junho de 1999, no Aero Rancho, em Campo Grande, e só foi preso ano passado, 12 anos depois.

Os jurados entenderam que ele agiu por violenta emoção, após provocação da vítima. Otacílio, que não tem antecedentes criminais, confessou o crime.

Diante dos votos do Conselho de Sentença e da situação do condenado, o juiz fixou a pena em cinco anos, sete meses e 15 dias de reclusão em regime semiaberto, e determinou que ele seja transferido do fechado.

A defesa pediu a revogação da prisão preventiva de Otacílio, mas, o juiz não acatou. “Indefiro o pedido de revogação da prisão preventiva, eis que

comprovadamente ficou foragido mais de dez anos”, diz o magistrado na sentença condenatória.

Prisão - Otacílio foi preso durante ocupação da PM na Vila Nhá-Nhá, em agosto do ano passado. Na casa dele foi encontrada uma arma de brinquedo.

Na época da operação, a suspeita da Polícia era de que o simulacro era utilizado pelo filho de Otacílio para cometer roubos.



imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions