A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

14/09/2011 15:12

Greve suspende serviços de entrega rápida dos Correios

Sabrina Craide, da Agência Brasil
Funcionários dos Correios se concentram em frente da agência central em Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)Funcionários dos Correios se concentram em frente da agência central em Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)

Os serviços de entrega rápida dos Correios, como Sedex Hoje, Sedex 10 e Disque Coleta, estão suspensos temporariamente por causa da greve dos funcionários da estatal, que começou hoje (14). Segundo o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, a entrega de cartas e encomendas comuns continuará sendo feita, mas poderá haver atrasos.

De acordo com dados da empresa, até as 12h de hoje, cerca de 32% dos 109 mil trabalhadores dos Correios aderiram à paralisação. Segundo Pinheiro, os funcionários que estão em greve terão o ponto cortado. “Greve é um direito das pessoas, mas quem faltar ao trabalho terá o dia cortado”, disse.

A greve é por tempo indeterminado. Os funcionários dos Correios reivindicam 7,16% de reajuste salarial, referente à inflação, reajuste dos vales refeição e alimentação e aumento real de R$ 400. Além disso, os empregados querem que o piso salarial, que hoje é de R$ 807, passe para R$ 1.635.

A empresa apresentou proposta de reajuste salarial de 6,87%, relativo à inflação entre julho de 2010 e agosto de 2011, abono salarial de R$ 800, aumento de R$ 50 para todos os funcionários a partir de janeiro e reajuste do vale-alimentação acima da inflação. Com o início da greve, a oferta foi retirada. “Enquanto a greve persistir, não haverá mais negociação. Retiramos a proposta e só voltamos a negociar com a suspensão da greve”, disse Pinheiro.

Ele disse também que a proposta apresentada foi o limite orçamentário do que poderia ser oferecido pelos Correios e que a diretoria da empresa ainda está analisando se vai entrar na Justiça contra a paralisação dos trabalhadores.

De acordo com Saul da Cruz, do comando de negociações da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), 34 dos 35 sindicatos de trabalhadores do país aderiram à greve. Cruz alerta que algumas agências franqueadas continuam atendendo a população, mas não há garantia de que as encomendas serão entregues, já que os carteiros estão em greve.




Srº Tiago, sobre seu comentário, se tornam funcionários " Público" como você acha que é, e por sinal muito mal informado, a ECT e regida pela CLT.... é para ter um salário digno, e que pelo mesmnos seja repassado a inflação do período que este aumento não esta contemplando.
 
Júlio César G. em 14/09/2011 08:06:00
Por que não privatizam a ECT? Simples: os congressistas safados perderiam uma preciosa fonte de recursos, que, apesar de tudo, gera muito lucro$$$! Quanto a não aceitar o salário definido pelo governo, fiscais da Receita Federal recebem R$10.000,00 iniciais e também grevam...Delegados federais recebem iniciais R$13.300,00 e deram sinal verde para greve este ano... Funcionário dos Correios R$807,29
 
Carlos Renato Lopes em 14/09/2011 06:28:39
Se não aceitam o salário definido pelo governo, porque se tornaram funcionários públicos?
 
Tiago Faria em 14/09/2011 05:02:03
Olha, esta faltando no Brasil mais uma empresa que faça o mesmo serviço que o correio ai sim, quero ver a concorrencia, nos paises de 1° mundo tem ao menos de 2 a 3 opções de voce mandar uma carta ou encomenda e muito mais barato que os correios. Ai sim teria uma boa concorrencia. ai poderiam ficar fazendo greve o quanto eles quiserem.
 
thiago souza em 14/09/2011 04:41:45
Correios informa que vai garantir atendimento durante greve
Paralisação foi deflagrada nesta quarta-feira por funcionáriosOs Correios informou que vai tomar medidas para garantir o atendimento à população dur...
Funcionários dos Correios entram em greve nesta quarta-feira
Em todo o Estado, segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos, são 1.500 funcionáriosFuncionários dos Correios de todo...
Com 47 vagas, Prefeitura continua com inscrições abertas de concurso público
Terminam no dia 29 de dezembro as inscrições de concurso público para a Prefeitura Municipal de Bandeirantes, distante 70 quilômetros de Campo Grande...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions