A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

01/12/2016 20:49

Grupos vão à manifestação no aeroporto, mas 'convidados' não comparecem

Nyelder Rodrigues e Adriano Fernandes
Manifestantes aguardaram chegada de voo, mas deputados não chegaram (Foto: Alcides Neto)Manifestantes aguardaram chegada de voo, mas deputados não chegaram (Foto: Alcides Neto)

Cerca de 50 manifestantes de grupos como o Instituto Iniciativa, Movimento nas Ruas e o Limpa Brasil, foram ao Aeroporto Internacional de Campo Grande para protestar contra os deputados federais sul-mato-grossense que iriam desembarcar no voo vindo de Brasília (DF) às 20h. Porém, os parlamentares não chegaram.

Veja Mais
Biblioteca municipal inicia segunda-feira projeto de férias para crianças
Criança de seis anos é atropelada ao atravessar rua correndo

Os manifestantes, que também participaram os atos pró-impeachment de Dilma Rousseff (PT) da presidência da República, são contrários a aprovação das emendas feitas ao pacote anticorrupção aprovado pela Câmara Federal na madrugada de quarta-feira (30), em sessão que começou no dia anterior.

O grupo que foi ao Aeroporto chegou por volta da 19h40 com faixas com frases como "traidores da pátria", não a anistia" e "o rabo preso não nega", se referindo às emendas propostas. Entre as mais polêmicas está a anistia ao Caixa 2.

Apesar de aguardarem ansiosamente pela chegada dos deputados, nenhum deles passou pelo saguão do Aeroporto nesta noite. O empresário Djalma Kerpe, de 58 anos, comenta que tal atitude expressa o desrespeito dos políticos com a população.

"Tive a informação de que o Dagoberto [Nogueira, do PDT] e o Zeca [José Orcírio Miranda dos Santos, do PT] teriam vindo mais cedo em um voo à tarde", diz o empresário, que não quis informar quem repassou tal informação a ele. "Essa votação interferiu diretamente nas ações da Operação Lava Jato e no trabalho do juiz federal Sérgio Moro", completa.

Quem também foi ao Aeroporto aguardar os deputados foi o publicitário de 32 anos Wilame Rorais. "A situação só chegou ao ponto que chegou porque os deputados votaram na surdina esse projeto, e isso aconteceu porque a população é omissa com esse tipo de atitude", frisa Rorais.

Com a não chegada dos deputados, alguns manifestantes permanecem no local, enquanto outros foram embora mas prometem voltar por volta das 22h, quando chegam outros dois voos de Brasília (DF), o primeiro ás 21h59 e o último às 22h13.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions