A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

04/11/2016 10:38

Homem confessa roubo de caminhote e entrega quadrilha

Delegado ainda não prendeu demais integrantes

Yarima Mecchi e Guilherme Henri

Ronaldo Ferreira Calisto, vulgo Neguinho, de 22 anos, foi preso em Campo Grande pelo roubo de uma caminhonete Amarok no dia 21 de outubro e confessou fazer parte de uma quadrilha que rouba carro na Capital e leva para o Paraguai. De acordo com o delegado, Gustavo Ferrari, o suspeito é autor confesso de dois roubos.

Ele foi apresentado na Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) durante entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (4). Segundo o delegado, após ser preso ele confessou que no dia 19 do mesmo mês roubou uma caminhonete S-10 por volta das 14h, na rua 14 de Julho, Centro de Campo Grande.

Segundo o acusado, ele e mais cinco pessoas fazem roubos de caminhonetes na Capital e levam os veículos para o país vizinho. O delegado informou que cada pessoa tem sua ocupação na quadrilha.

Conforme informações repassadas pelo preso à polícia, ele era o cabeça do grupo e abordava as vítimas que eram pré-selecionadas por outro membro da quadrilha. Uma pessoa ficava na rua observando futuras vítimas e Ronaldo junto com mais dois comparsas abordava e fazia a travessia do carro para o Paraguai. Um outra pessoa era responsável pela venda do carro do outro lado da fronteira.

O delegado não quis revelar o nome dos outros porque ninguém foi preso ainda. "Como as investigações estão em curso, os nomes serão preservados". Ferrari informou apenas que tem o envolvimento de um adolescente com a quadrilha.

Veja Mais
Fuzis, pistolas e 3.850 munições são encontradas em caminhonete
Condutor perde controle de caminhonete e capota na rodovia MS-338




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions