A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/11/2016 21:12

Homem que executou rival a tiros em 2015 é condenado a 15 anos de prisão

Nyelder Rodrigues

Foi condenado nesta sexta-feira (4) a 15 anos e seis meses de prisão Alisson Martinez Jarcem, réu por ter matado George Barros da Silva em 17 de maio de 2015, na rua Indianápolis, no Jardim Noroeste - região leste de Campo Grande.

Veja Mais
Creches funcionam parcialmente e ameaçam não abrir amanhã
Com custo de R$ 17 milhões, campus da IFMS deve terminar após 6 anos

Em companhia do irmão, Adison, que também já foi julgado, e com a moto e a arma emprestada por Gerson - julgado junto com Adison -, o autor efetuou disparos contra George, que tomava cerveja em uma conveniência, o matando.

O motivo do crime foram ciúmes que Alisson tinha de um relacionamento entre sua ex-companheira e George, caracterizando crime por vingança. Além disso, os irmãos afirmaram que eles tinham uma rixa de gangue com George.

Na sessão do júri, realizada nesta manhã, o promotor pediu a condenação do acusado por homicídio qualificado, enquanto a defesa sustentou as teses da absolvição, negando que fosse dela a autoria do crime e também por insuficiência de provas.

Entretanto, a decisão dos jurados, por maioria dos votos declarados, acolheu a tese defendida pelo Ministério Público e condenou o acusado a prisão, iniciando em regime fechado.

"A sua culpabilidade é reprovável, eis que desferiu vários tiros, embora um acertou, além de cometer o delito em plena luz do dia, em uma conveniência, onde várias pessoas estavam se divertindo, no dia de domingo, demonstrando desprezo e descaso pela incolumidade de seus semelhantes", concluiu o juiz na sentença.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions