A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

31/10/2016 15:26

Infarto fulminante mata empresário tradicional do ramo de táxi na Capital

Christiane Reis

O empresário Moacir Joaquim de Matos, 60 anos, dono de uma das maiores frotas de táxi de Campo Grande, faleceu na manhã desta segunda-feira (31) de infarto fulminante. A informação foi confirmada pelo advogado dele, Osvaldo Pimenta de Abreu.

Veja Mais
Seminário discute engenharia e desenvolvimento sexta-feira no Crea
"Nunca passei por isso", diz grávida que teve assento negado em ônibus

O empresário estava em casa, por volta das 8h30, quando se sentiu mal e chegou a ser levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região da Guaicurus, onde chegou ainda respirando. “Os médicos prestaram atendimento e por quase uma hora tentaram reanimá-lo, mas não conseguiram”, contou.

Ainda segundo o advogado, o velório terá início às 19 horas desta segunda-feira no Cemitério Parque Campo Grande. O sepultamento será às 16 horas de terça-feira (1º).

Um dos filhos de Moacir de Matos, Pedro Henrique Pereira de Matos, informou que o pai não tinha problemas cardíacos. " Ele estava bem, mas passou mal hoje. Fui eu que socorri". 

Moacir de Matos está na Capital desde 1975. (Foto: Arquivo pessoal)Moacir de Matos está na Capital desde 1975. (Foto: Arquivo pessoal)

Maior frota – Segundo o advogado, Moacir Joaquim de Matos era “o maior comprador de Wolkswagen de Mato Grosso do Sul”, disse, complementando que além da frota de táxi ele mantinha empresa de locação de veículos.

Informações da prefeitura são de que em Campo Grande existem atualmente ativos, 490 alvarás de táxi. Não foi informado quantos pertenciam à família de Moacir Joaquim de Matos, mas reportagem do Campo Grande News de 2014 apontava que a família comandava 10,5 % da frota de táxi da cidade.

O trabalho desenvolvido pelo empresário rendeu homenagens. Em 2011 ele recebeu o título de Cidadão Campo-grandenses da Câmara de Vereadores, por meio do Decreto Legislativo nº 1.461/11.

Moacir de Matos nasceu na cidade de Valparaíso, São Paulo. Em julho de 1956 seus pais chegaram a então Vila Glória, que hoje é município de Glória de Dourados na época então Mato Grosso, e hoje Mato Grosso do Sul.

Em novembro de 1975 chegou a Campo Grande começando a trabalhar como motorista de táxi auxiliar. Já no ano de 1977 chegou a proprietário de seu primeiro veículo táxi, pagando aluguel de uma vaga ao proprietário da concessão pública.

Em 1987, já proprietário de uma pequena frota de sete veículos táxi, participou como um dos idealizadores e fundador de uma Cooperativa. Depois tomou um caminho diferente e adquiriu a pioneira no serviço de rádio chamada em Campo Grande (Rádio Táxi).




Está aí um bom assunto para um jornalismo de qualidade.
Como esse senhor conseguiu ser dono de aproximadamente 50 alvarás de táxis?
 
Critico em 31/10/2016 16:08:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions