A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

03/11/2016 19:53

Ladrão morto em tiroteio com a PM e quarto comparsa são identificados

Nyelder Rodrigues
Ismael foi morto durante confronto com a PM em assalto com reféns hoje (Foto: Divulgação/Derf)Ismael foi morto durante confronto com a PM em assalto com reféns hoje (Foto: Divulgação/Derf)

Foi identificado como Ismael Ferreira de Siqueira Junior, de 24 anos, o bandido que foi morto em um tiroteio policiais militares na manhã desta quinta-feira (3), na Vila Carvalho - região central de Campo Grande. Ele e mais dois homens participaram de um roubo. Outro envolvido, que indicou o local para o crime, também foi identificado.

Veja Mais
Bandidos queriam roubar carro de luxo e chegaram no local em picape
Assaltante que fez casal refém e trocou tiros com a polícia morre no hospital

Por volta 8h, um trio invadiu a casa e fez um casal - o homem de 78 anos e a mulher de 56 - como refém. Os bandidos chegaram em uma picape Fiat Strada e queriam levar o carros das vítimas, da marca BMW. Porém, o filho de 31 anos do casal mora no mesmo terreno que os pais e ouviu o choro da mãe, pedindo ajuda para amigos pelo WhatsApp.

Logo equipes do BPChoque (Batalhão de Polícia Militar de Choque) e da 5ª Companhia Independente chegaram o local. Houve tiroteio, sendo que Ismael, conhecido como J.R., foi atingido por três disparos no pescoço, tórax e abdômen. Ele foi socorrido e levado para a Santa Casa, mas já chegou sem vida ao hospital.

Os dois comparsas dele, Jaques Julien de Barros Romero, 31 anos, e Antônio Batista de Oliveira, de 40 anos, apelidado de Baiano, foram presos no local. Segundo o delegado da Derf (Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos), Carlos Delano, Antônio tem passagem por homicídio em 2010 e estava evadido do sistema penal.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais surpreenderam Julien quando entravam na casa, o detendo ali mesmo. Já Antônio tentou fugir pulando o muro lateral. Foi realizado o cerco pelos policiais e então Antônio preso.

Antônio, de azul, e Julien, de amarelo, receberam instruções de João Paulo da Silva Fogaça, que está foragido (Foto: Divulgação/BPChoque)Antônio, de azul, e Julien, de amarelo, receberam instruções de João Paulo da Silva Fogaça, que está foragido (Foto: Divulgação/BPChoque)

Violência e quarto comparsa - Já Ismael estava em um quarto com a mulher de 56 anos, onde a agredia. Como ele estava armado, os policiais atiraram contra ele. Nos relatos das vítimas, ele é apontado como o mais agressivo dos três bandidos.

Além disso, eles contaram que durante a ação criminosa, o idoso de 78 anos, que sofre de problemas cardíacos, apresentou sintomas de infarto e pediu para tomar o remédio, entretanto, ele foi xingado e teve a arma apontada contra sua cabeça. O trio carregava uma corda, dando a entender que amarraria o casal.

Depois de realizadas as prisões, a situação foi encaminhada à Derf. Durante as investigações, foi descoberto ainda a participação de mais um quarto homem, identificado como João Paulo da Silva Fogaça, conhecido como Zé, de 23 anos. Ele é apontado como a pessoa que indicou o local a ser roubado. Zé está foragido e também evadido do sistema penal.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions