A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

23/11/2016 21:41

Lâmpadas de LED devem substituir as atuais na Câmara até o fim de 2017

Redução de gastos pode chegar a 25% com troca de fiação e novo projeto que corta 1/3 das lâmpadas existentes hoje

Nyelder Rodrigues e Christiane Reis
Intenção reduzir gastos em até 25% (Foto: Christiane Reis)Intenção reduzir gastos em até 25% (Foto: Christiane Reis)

A Câmara Municipal de Campo Grande deve substituição a atual iluminação do local até o fim de 2017 por lâmpadas de LED, que devem gerar uma economia de até 25% na conta de energia elétrica atual, que gira em torno dos R$ 18 mil. Reparos e trocas na fiação, que devem ajudar neste índice, já foram realizadas.

Veja Mais
Contra a corrupção, manifestação leva 8 mil pessoas para a Afonso Pena
Homem compra televisão, não paga parcela e acaba esfaqueado

"Temos um ano ainda. Vamos ter que aguardar o ano que vem para saber como o próximo presidente da Casa irá determinar a evolução dessa troca. Vamos ter que licitar a obra, o que vai levar ao menos 45 dias", comenta o secretário geral de Administração da Câmara, Sérgio Vieira.

O secretário ainda comenta que a intenção é montar um projeto de iluminação além da troca de luminárias, feita pela empresa escolhida na licitação. "Lâmpadas de LED tem maior abrangência de cobertura. Hoje temos mais ou menos 900 pontos de lâmpadas, algumas são germinadas, 90% são lâmpadas florescente", explica.

Algumas lâmpadas do local já são LED, substituindo as florescentes que apresentaram defeito nos recentemente. Nos corredores que dão acesso aos gabinetes, as luminárias estão dispostas em fileiras. "Percebemos a iluminação natural já ajudava bastante, então deixamos uma fileira acesa e a outra apagada, para não desperdiçar", diz Vieira.

Ele ainda crê que o novo projeto reduzirá de 900 para até 600 lâmpadas. Para trocar a parte elétrica, foi gasto R$ 200 mil - foi realizada além de troca de fios, mudança da casa de máquina e quadro de energia da Câmara. "Dezembro é pico de gasto, mas janeiro e fevereiro cai muito por causa do recesso. Depois veremos o quanto economizamos de fato", argumenta Vieira.

O projeto de troca de luminárias na Câmara Municipal de Campo Grande, substituindo as atuais por lâmpadas de LED foi proposta pelo vereador Marcos Alex (PT) e aprovada como resolução assinada pelo presidente João Rocha (PSDB), determinando o prazo de um ano, a partir de 17 de novembro, para realizar a troca.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions