A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

01/11/2016 08:10

Médica procura a polícia após ver o próprio nome em receita falsa

Luana Rodrigues

Médica que atende na rede municipal de saúde procurou a polícia na tarde de segunda-feira (31), depois de encontrar uma receita com carimbo e assinatura em seu nome, no entanto que não foi prescrita por ela, portanto, falsa. O caso foi registrado como falsidade ideológica.

Veja Mais
Idoso desaparece depois de sair para negociar caminhonete
A poucos dias de sair, Bernal presta contas de sua gestão segunda-feira

Conforme o boletim de ocorrência, foi uma amiga da médica que descobriu a fraude. A moça é estagiária em uma farmácia no bairro Coronel Antonino e, quando estava no trabalho, recebeu uma receita em nome dela. Ao ver a identificação da amiga no documento, ela tirou uma foto e encaminhou à doutora.

Ao receber a foto, a médica se deu conta de que a receita era falsa, pois o carimbo era diferente do que costuma utilizar, além disso a receita era da Santa Casa e ela não trabalha no hospital, é lotada apenas em uma unidade de saúde, com plantões eventuais em outras.

Como o medicamento solicitado na receita era de uso controlado, no documento havia o nome e número de telefone do comprador.

Em contato com um dos telefones anotados na receita, a médica conversou com um homem que disse que trabalha em outra farmácia e havia feito o pedido em nome de um cliente, identificado como Daniel dos Santos, pois não tinha o medicamento.

O homem disse que não sabia da falsidade e entraria em contato com o suposto cliente, para esclarecer o fato. No entanto, minutos depois ligou de volta a médica dizendo que não havia encontrado Daniel.

A doutora então ligou na Santa Casa e soube que no local não houve internação nem qualquer paciente atendido nesta data com o nome de Daniel dos Santos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, como falsidade ideológica.

* texto editado às 11h11 para correção de informações 




Um fato como este, só vem confirmar que a corrupção está no DNA dos brasileiros, "falsificar receita medica", neste caso tanto o falsificador como o beneficiário deveria ser punido com o mínimo de um ano de cana mais uma multa pecuniária
 
juvenul em 01/11/2016 10:16:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions