A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

28/10/2016 16:41

Nem ameaça de denúncias evita que terrenos virem lixão no Parati

Julia Kaifanny
Moradores colocaram placa com aviso aos porcos. (Foto: Fernando Antunes)Moradores colocaram placa com aviso "aos porcos". (Foto: Fernando Antunes)

O descarte irregular de lixo é um problema crônico em Campo Grande e alguns locais já se tornaram lixões a céu aberto. Mesmo com avisos, placas e previsão de multa, há quem não se intimide e jogue, de móveis quebrados a pneus velhos.

Veja Mais
Leitor denuncia descarte irregular de lixo em prolongamento de avenida
Terrenos baldios viram depósitos de lixo e entulhos no bairro Tijuca

Na Avenida Senador Filinto Muller, bairro Parati, terrenos atrás de um condomínio se tornaram local de descarte, pessoas param em veículos de passeio e jogam todo tipo de lixo, prática que mesmo com ações da prefeitura, não é solucionada.

Não muito distante dali, na Rua dos Gonçalves, bairro Jardim Monte Alegre, a situação se repete. Lá, moradores improvisaram uma placa com um aviso: “Para os porcos, você está sendo filmado e receberá em casa a multa. Comunidade, denuncie através de foto da placa no grupo do bairro”.

Os dois locais tem em comum muros altos de um lado e terrenos do outro, características que os tornam propícios ao descarte, já que não há casas por perto e, consequentemente, ninguém para flagrar quem realiza essa prática.

Na avenida Filinto Miller foram encontrados mais de 50 pneus. (Foto: Fernando Antunes)Na avenida Filinto Miller foram encontrados mais de 50 pneus. (Foto: Fernando Antunes)
O lixo vai desde a móveis quebrados até galhos. (Foto: Fernando Antunes)O lixo vai desde a móveis quebrados até galhos. (Foto: Fernando Antunes)

A reclamação também vem da Prefeitura da capital, de acordo com a assessoria, o terreno da Filinto Muller foi limpo há menos de um mês, mas assim que a equipe de limpeza foi embora, já existiam novas denúncias de pessoas jogando lixo no local.

Nesta sexta-feira (28) pela manhã, agentes de saúde vistoriavam a área e contabilizaram pelo menos 50 pneus velhos jogados. Uma agente, que disse não estar autorizada a se identificar, contou que quando chegou ao local encontrou um homem em um veículo jogando lixo e fez questão de ressaltar que essa é uma questão de saúde pública.

“Esse lixo, em especial os pneus acumulam água e podem se tornar focos do aedes aegypti, em tempos de dengue, zika e chikungunya não da para não pensar no coletivo. Quem faz isso não está pensando nos riscos que pode trazer para a saúde dos moradores da região”, acredita a agente.

Lei - Jogar lixo em local indevido é crime ambiental e tem multa prevista de R$ 860,50. Em caso de terrenos particulares sujos, o proprietário que não limpar pode ser multado em R$ 1.835,00 a R$ 7.340,00 dependendo do tamanho do terreno e da gravidade.

Quem presenciar alguém jogando lixo deve anotar placa do veículo e realizar denúncia aos orgãos responsáveis através de telefone na Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento)156 e da Polícia Militar Ambiental 3314-4920.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions