A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

04/02/2011 14:04

Órgãos de trânsito preparam fiscalização em frente às escolas

Fabiano Arruda

Pelo menos 32 escolas de Campo Grande estão na mira da “operação”

Leitor registra fluxo lento de veículos em escola.Leitor registra fluxo lento de veículos em escola.

A partir de segunda-feira, órgãos competentes de trânsito devem iniciar fiscalização, na Capital, em frente a pelo menos 32 escolas, entre estaduais, municipais e particulares. As autoridades querem coibir a fila dupla, além de inspecionar itens como uso da cadeirinha e cinto de segurança.

A “operação” conta com Ciptran (Companhia Independente de Trânsito), Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Cetran (Conselho Estadual e Trânsito), além da parceria das secretarias municipal e estadual de Educação.

Segundo o tenente-coronel Alirio Romero, comandante da Ciptran, os trabalhos iniciais têm caráter educativo. A escolha das 32 escolas levou em conta itens como localização e número de alunos.

“Caso o condutor não atenda as solicitações dos nossos policiais, será aplicada multa”, informa o tenente. O valor da infração, por estacionar em fila dupla, é punição grave, sujeita a cinco pontos na carteira e pagamento de R$ 127,69.

O comandante da Companhia prega que a direção das escolas tem de participar do assunto, principalmente, na coibição do estacionamento em fila dupla, e apontar soluções para o problema.

Rua Pernambuco - Leitores do Campo Grande News enviaram, no decorrer dessa semana, diversas imagens e até vídeos reclamando da situação da Rua Pernambuco, em frente ao colégio Alexander Fleming.

Eles testemunham que a cena se agrava por volta das 11h30. Consideram que a fila dupla em frente ao estabelecimento de ensino é um “absurdo” e que a situação é “caótica”.

Nossa reportagem esteve nesta manhã no local e constatou que o fluxo de veículos não fica lento apenas na Rua Pernambuco, mas nas vias estreitas que cercam o colégio.

O tenente-coronel Alirio Romero admitiu que o Alexander Fleming não faz parte das 32 que serão fiscalizadas mas que, a partir das denúncias dos leitores, vai incluir o estabelecimento na operação.

“Vamos entrar em contato com a escola e realizar as ações”, garantiu.

Alunos das redes estadual e municipal voltam às aulas na segunda
Termo de Compromisso unificou o calendário das redes de ensinoOs estudantes das redes estadual e municipal de ensino retornam às aulas na segunda-fe...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Mas eu duvido que seja aplicada uma multa sequer, vai ser um escandalo e ninguem vai ser multado no final, a policia vai ter que multar as mães que estão na frente das escolas que são nervosas e folgadas, portanto vai ser uma guerra.
 
maximiliano nahas em 05/02/2011 08:37:13
Interessante, por que será que o Colégio Fleming não está na lista da polícia?
Não seria porque alí tem uma pá de filhinho de bacana?
Agora só falta um idiota dizer ... "lá vem a indústria da multa.."
Não quer ser multado... respeite a legislação.
 
Álvaro de Campos em 04/02/2011 10:28:38
Engraçado, na frente dos bares na afonso pena a polícia não fiscaliza. Por que será?
 
Marcelo Melo em 04/02/2011 09:08:46
Até que enfim as autoridades resolveram tomar providência em relação a esse problema que já se tornou crônico em nossa cidade, o trânsito sofre nos horários de entrada e saída das escolas por conta dos país que em filas duplas arriscando a segurança de quem utiliza a via bem como a sua própria, outro mal que deve ser combatido são os carros fortes que simplesmente estacionam na via congestionando e atrapalhando o fluxo de veículos.
 
junior lima em 04/02/2011 05:43:16
Não é só em frente a escola que acontece abusos. Venham verificar a Rua Dr. Paulo Coelho Machado, antiga Furnas, em frente ao Shopping.
Por conta das obras de contenção de enchente a rua está interditada, e os motoristas fazem uma verdadeira festa, estacionando em local mais que proibido, fazendo conversão onde não é mais permitido, etc...
Em resumo, a falta de respeito no trânsito de Campo Grande é a verdadeira culpada de tudo isto.
 
Marco Arthur em 04/02/2011 04:24:43
Verdade...infelizmente está faltando concientização dos motoristas que deixam seus filhos nas Escolas, principalmente nas Escolas infantis, é o que mais acontece.
Aí cabe as autoridades tomarem as devidas providências para facilitar para todos.
 
Sandra Regina em 04/02/2011 02:14:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions