A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

02/12/2016 07:25

Poder público lança campanha em dia "D" de combate ao Aedes Aegypit

Em Mato Grosso do Sul já são quase 60 mil notificações de doenças transmitidas pelo mosquito

Christiane Reis
Larvas do Aedes aegypit, mosquito que transmite dengue, zika e chukungunya: (Foto: Marcos Ermínio)Larvas do Aedes aegypit, mosquito que transmite dengue, zika e chukungunya: (Foto: Marcos Ermínio)

Com 58.910 notificações de dengue, 452 de chikungunya e 341 de zika vírus, Mato Grosso do Sul é um dos Estados que participa da mobilização nacional de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypit, hoje (02). As atividades começam às 7h30, na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) com a assinatura do decreto que cria a força-tarefa de combate ao mosquito. E segue com lançamento da campanha pelo governo do Estado com ações nos bairros.

Veja Mais
Campanha de mobilização nacional contra dengue será lançada na sexta
Capital fecha ano com dobro de casos de dengue e redobra alerta para 2017

Após a solenidade que terá a presença do prefeito Alcides Bernal (PP), equipes do município sairão em comboio para visita a locais críticos de proliferação do mosquito. Durante todo o dia serão feitas panfletagem no centro da cidade e terminais de transbordo.

Às 9 horas o ministro-chefe de Gabinete de Segurança institucional do Brasil, Sérgio Etchgoyen, lança a campanha de mobilização nacional no Estado. Serão entregues quatro Doblôs doados pelo Ministério da Saúde para a SES (Secretaria de Estado de Saúde), os veículos vão auxiliar nos trabalhos de eliminação dos focos do mosquito. O lançamento será na sala de situação, localizada no Parque dos Poderes em frente à Acadepol (Academia da Polícia Civil).

Na sequência o ministro acompanha as ações de combate ao mosquito. Para às 10h30 está programada visita à escola Estadual Maria Eliza Bocayuva e Municipal Plínio Mendes, no período da tarde. Ele vai acompanhar o trabalho de conscientização nos arredores das escolas.

O mosquito já adulto transmite as doenças por meio da picada. (Foto: Sanofi Pasteur/Divulgação)O mosquito já adulto transmite as doenças por meio da picada. (Foto: Sanofi Pasteur/Divulgação)

Mosquito não – Equipes da SES também vão realizar ações de orientação e eliminação de focos do mosquito no Parque dos Poderes, com a participação de militares do Exército, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

Com o tema “#mosquitonão” a mobilização nacional consiste em ações integradas e simultâneas, desenvolvidas em articulação com prefeituras, governos estaduais e população. Ministros de Estado, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de defesa civil, além de outras autoridades, visitarão residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população sobre a importância do engajamento de todos na luta contra o Aedes aegypti.

O mutirão será realizado nos órgãos da administração pública, unidades de saúde e estatais, marcando a intensificação das ações de combate e, consequentemente, impedindo a reprodução do mosquito. A ideia da mobilização é que todas as sextas-feiras sejam dedicadas para verificação de possíveis focos do mosquito, incentivando outras empresas, associações e a própria população para que cada um faça a sua parte.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions