A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

23/11/2016 19:35

Sem conseguir chegar a cidade do ES, tatuador só reencontrará filho amanhã

Depois de dois anos sem notícias do menino, Adham Wahab enfrenta contratempos na estrada durante viagem para buscá-lo

Anahi Zurutuza
Adham durante entrevista ao Campo Grande News, no sábado (19); pai não escondeu ansiedade ao falar com a reportagem hoje (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Adham durante entrevista ao Campo Grande News, no sábado (19); pai não escondeu ansiedade ao falar com a reportagem hoje (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Nicolas, filho de Adham, quando ainda era criança na foto que pai guarda com carinho (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo) Nicolas, filho de Adham, quando ainda era criança na foto que pai guarda com carinho (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Adham Wahab ainda não conseguiu chegar à Conceição da Barra, no Espírito Santo, para resgatar o filho, de quem não tinha notícias há dois anos. No início da noite desta quarta-feira (23), o tatuador de Campo Grande ainda estava na estrada tentando chegar ao município para buscar o garoto, mas o Conselho Tutelar da cidade já marcou para amanhã o reencontro.

Veja Mais
Já no ES, 300 km ainda separam pai do filho que desapareceu há 2 anos
Foragida há 2 anos por matar tio e fugir com filho nega crimes

O pai saiu da Capital ontem (22) pouco depois que soube que a ex-mulher dele e mãe do menino havia sido presa. Ela é acusada de matar o próprio tio na Bahia, em 2014, e desde então estava foragida, com os três filhos.

A caminho de Conceição da Barra, sempre o celular dava sinal, Adham conversava com a reportagem. No meio da tarde, ele disse que faltava cerca de 300 km para chegar à cidade e que a viagem foi cheia de obstáculos.

“Ainda não cheguei, enfrentamos muita chuva e o trânsito está lento porque tem muita obra também, não está dando para andar legal, mas falta pouco. Já já eu estou chegando”, disse sem conter a ansiedade por volta das 15h30.

Por último, às 19h, o pai contou que ainda faltava 100 km para chegar ao destino. “Não deu para correr, mas já conversamos com o pessoal do Conselho Tutelar e como eles fecham, infelizmente só vou conseguir vê-lo amanhã”.

Buscas – O filho de Adham, Nicolas, de 13 anos, estava morando com a mãe Emory Luiza Rodrigues Ramos, 34 anos, no vilarejo de Itaúnas, no norte do Espírito Santo. Ele foi resgatado na terça-feira na casa de uma vizinha, depois que a mãe foi presa. A prisão foi no distrito de Linharinho.

Depois de lançar campanha nas redes sociais para encontrar o filho, o caso do tatuador ganhou repercussão na imprensa – local e nacional – e foi tema de matéria do Campo Grande News sábado (19). Até a semana passada, Adham preferiu manter o assunto em sigilo, para preservar o filho, mas cansou de esperar que a polícia o encontrasse e publicou foto do menino com breve relato da situação no Facebook.

Na segunda-feira, Adham recebeu informações de moradores de Itaúnas sobre o paradeiro de Emory e de Nicolas e acionou a polícia.

Emory e o namorado, Neto, acusados de matar o tio dela (Foto: Reprodução)Emory e o namorado, Neto, acusados de matar o tio dela (Foto: Reprodução)

O crime – José Antunes Rodrigues de Oliveira, de 57 anos, foi morto e teve o corpo carbonizado em maio de 2014, segundo a polícia da Bahia. Ele era tio de Emory e estava morando com a sobrinha em Arraial D’Juda, distrito de Porto Seguro (BA), fazia pouco tempo.

Conforme a acusação, Emory e o então namorado dela, Geraldo Carvalho Carneiro Neto, 30 anos, mataram José para que pudessem ficar com certa quantia em dinheiro que pertencia ao tio.

Neto está preso no Conjunto Penal de Eunápolis (BA). Emory nega as acusações.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions