A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

02/11/2016 10:45

Sem repasse, Santa Casa pode mandar pacientes menos graves para UPA

Ricardo Campos Jr.
Santa Casa pode mandar pacientes menos graves para UPA (Foto: Alcides Neto)Santa Casa pode mandar pacientes menos graves para UPA (Foto: Alcides Neto)

A Santa Casa protocolou um ofício na Prefeitura de Campo Grande, nessa terça-feira (1º), dizendo que adotará medidas em razão do atraso no repasse de R$ 3,25 milhões. O dinheiro deveria ter sido entregue na semana passada e o município prometeu regularizar o débito ontem, o que não foi feito.

Veja Mais
Prefeitura ainda não acertou repasse atrasado com a Santa Casa
Prefeitura promete pagar R$ 3,2 milhões à Santa Casa na segunda-feira

Conforme a assessoria de imprensa da unidade, uma das possibilidades será restringir o atendimento no pronto socorro dos casos que não sejam de urgência ou emergência, ocasião em que os pacientes podem ser encaminhados às UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

As cirurgias eletivas, que são agendadas previamente, já haviam sido prejudicadas pelo atraso. O hospital faz em média 50 procedimentos desse tipo por dia. Sem o dinheiro, alguns produtos poderiam acabar, afetando as cirurgias de casos mais graves.

Conforme a diretoria da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), o atraso no repasse tem ocorrido nos últimos três meses, o que deixa a instituição em situação vulnerável, principalmente com relação aos fornecedores de medicamentos, além de atrapalhar o pagamento de médicos.

O hospital trabalha com um déficit de pelo menos R$ 4 milhões todos os meses. O aumento nos repasses mensais para corrigir esse valor tem motivado uma batalha entre a entidade e o poder público, que alega não ter como sustentar esse aumento.

Em contrapartida, a unidade alega que os valores que embasam os repasses estão desatualizados e levam em conta médias e custos antigos de operação.

O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Médicos se reúnem e podem entrar em greve por causa de salários atrasados
Os atrasos no repasse de R$ 3,25 milhões da prefeitura de Campo Grande para a Santa Casa fez com que o hospital suspendesse as cirurgias eletivas - c...
Sesau admite atraso para Santa Casa, mas diz que culpado é o Estado
O secretário municipal de Saúde Pública, Ivandro Fonseca, confirmou que o repasse da prefeitura para custeio operacional da Santa Casa, no valor R$ 3...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions