A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Outubro de 2014

20/10/2012 09:18

Tiradentes e Vila Nhá-Nhá são alvos de nova operação da PM

Aline dos Santos e Mariana Lopes

Os bairros Tiradentes e Vila Nhá-Nhá voltaram a ser alvos de operação especial da PM (Polícia Militar). Os locais já foram cenários de ocupação policial, devido à violência emanada do tráfico de drogas.  

Veja Mais
Adolescente se apresenta à polícia e depõe sobre mortes na Nhá-Nhá
Após receber denúncias, Denar fecha duas bocas de fumo no Tiradentes

Iniciada ontem à noite, a ação prendeu três pessoas e recuperou uma moto furtada.  De acordo com o comandante da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), major Marcos Paulo Gimenez, a escolha dos bairros leva em consideração os índices de criminalidade.  A companhia atuou em reforço ao 10º Batalhão da PM.  

A operação não tem prazo para acabar. No bairro Tiradentes, duas pessoas foram presas por tráfico de drogas. O flagrante foi na rua Avalan. Os policiais apreenderam 25 papelotes de cocaína (11,4 gramas) e um papelote de maconha. Presos, Leonardo da Silva Carvalho, de 20 anos, e Vital Carvalho da Fonseca, de 27 anos, afirmaram que a droga era para consumo. Com eles, também foram apreendidos celular e R$ 60. Um policial presenciou pedido por telefone de “paradinha” do entorpecente.

No deslocamento para a Vila Nhá-Nhá foi recapturado um foragido do regime semiaberto. No bairro, ainda foi recuperada uma motocicleta furtada.  A Nhá-Nhá recebeu em agosto do ano passado uma grande ofensiva policial contra o tráfico de drogas. As ruas estreitas abrigam imóveis com muros esburacados. As pequenas aberturas servem para deixar as paradinhas no varejo do tráfico.

Nesta semana, dois jovens foram baleados e mortos. Até então, a versão apresentada é que o motivo foi passional.Em dezembro de 2011, 200 policiais ocuparam o bairro Tiradentes. O foco também era repressão à ação dos traficantes. 



O que não pode é montar um grande aparato, e depois abandonar tudo. A polícia tem que se fazer presente, apontando para a prefeitura e outros orgãos, o que é preciso ser feito, para que o local seja realmente pacificado. Se necessário, que seja feito a desapropriação de alguns imóveis para que as ruas tenham a largura necessária para entrada e movimentação de veículos, fazendo com que rapidamente qualquer operação da polícia e dos bombeiros possa acontecer como em outrros locais. A culpa dos assassinatos e tráfico de drogas, não pode ser atribuído somente à falta de policiamento mais abrangente, mas a toda falta de estrutura que a Prefeitura e o Estado, deixam de aplicar no local.
 
Valter Oliveira em 20/10/2012 13:01:17
Mais uma operação Iraque... A polícia tá na ponta do Iceberg, só sendo alienado pra achar que é falta de polícia o problema da Nha-nhá e do tráfico de drogas...
 
sergio marques em 20/10/2012 11:39:37
Parabens a PM,mas é necessario um trabalho investigativo pela 2ªSeção para descobrir o local onde a droga esta armazenada e seu dono,provavelmente num bairro de "bacana" e acima de qualquer suspeita.Nhá-Nhá e Tiradentes são filiais e pontos de venda da maldita droga a "matriz" fica em outro local e é ali que se esconde o traficante,só contando a grana.Trabalho repreensivo é feito pela PM, com uso de gás,choque e cassetetes contra os viciados, inuteis a sociedade.O que falta às autoridades é assumir esse pensamento.Enquanto isso quem sofre é o contribuinte do bem além das familias desses,desses...ratos.Não são coitados porque roubam e matam p seu vicio.Sem demagogia.
 
samuel gomes-campo grande em 20/10/2012 11:11:41
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions