A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 03 de Setembro de 2015

23/09/2013 14:34

Correios fazem mutirão para diminuir atraso em entregas no Estado

Mariana Lopes

Por causa da greve de carteiros, que ocorre em Mato Grosso do Sul desde a semana passada, os Correios fizeram mutirão neste final de semana e a empresa garante que as entregas não estão atrasadas, como afirmou o Sintect-MS (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios, Telégrafos e Similares do Estado), em entrevista ao Campo Grande News.

Veja Mais
Greve dos Correios continua e todas as entregas estão atrasadas no Estado
Prefeitura terá de evitar danos em imóvel por conta de erosão de córrego

Em Campo Grande, o mutirão ocorrido no sábado (com 170 pessoas) e no domingo (com 40 pessoas) manteve as entregas em dia. Os mutirões ocorreram também no interior, nos locais onde houve adesão à paralisação.

De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, 84,49% dos carteiros de Campo Grande, de um efetivo de 445, estão trabalhando normalmente. Em Dourados, onde há 120 funcionários, dos quais 78 são carteiros, 72,34% dos empregados dos Correios continuam trabalhando nesta segunda-feira.

Em Mato Grosso do Sul, 90,79% dos empregados dos Correios continuam trabalhando nesta segunda-feira. Entre os carteiros a presença é de 85,1%. Conforme informações da assessoria de imprensa, os dados são confirmados por meio de sistema eletrônico do cartão de ponto.

Ainda segundo a assessoria de imprensa da empresa, todas as agências do Estados estão funcionando e em nenhuma cidade houve adesão de 100% do efetivo. O Plano de Continuidade de Negócios está permitindo a prestação dos serviços bancários e postais à população em todas as localidades. Até o momento, somente serviços com hora marcada foram suspensos.

A população pode entrar em contato pelo Fale com os Correios, no site www.correios.com.br ou pelos telefones 3003 0100 (capitais e regiões metropolitanas), 0800 725 7282 (demais localidades) ou 0800 725 0100 (para reclamações, sugestões, elogios e críticas).

Veja Também
Greve dos Correios continua e todas as entregas estão atrasadas no Estado
Há cinco dias com parte dos funcionários sem trabalhar, os Correios continuarão a greve por tempo indeterminado, de acordo com o Sintect-MS (Sindicat...
Prefeitura terá de evitar danos em imóvel por conta de erosão de córrego
A 3ª Câmara Cível de Campo Grande negou recurso e manteve condenação do município de Camapuã, que foi obrigado a implantar medidas que impeçam a cont...
Projeto inovador convida população para refletir sobre os caminhos da Paz
Nos dias 11 e 12 de setembro, o IHG-MS (Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul), FAMA (Faculdade Aberta para a Maturidade) e a Vértic...


Bom, se fosse só esses poucos que a empresa fala que estão de greve, não estaria fazendo multirões aos sábados para dar vasão nas entregas.... Unica Empresa Pública, que para se trabalhar precisa fazer concurso e que paga míseros 1.000 reais por mês, + um cala boca de ticket alimentação, ahh e a empresa fala que vai aumentar apenas 5% do salário, nem o salario mímino aumenta isso... mas pagar 100 mil para cada medalha do César Cielo Pode? .. gastar horrores na empresa do Eyke Baptista, Pode? vamos repensar antes de falar bobagens aí..
 
Josué Souza em 24/09/2013 09:02:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions