A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

21/05/2015 12:48

MTE publica portaria que reconhece a categoria de agricultor familiar

Caroline Maldonado
Agora, agricultores familiares podem ser reconhecidos como categoria profissional (Foto: Divulgação/MDS)Agora, agricultores familiares podem ser reconhecidos como categoria profissional (Foto: Divulgação/MDS)

O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) publicou hoje (21) portaria que altera regras do registro de entidades sindicais de trabalhadores rurais. Com a medida, agricultores familiares poderão ser reconhecidos como categoria profissional.

Veja Mais
Termina hoje inscrição de processo seletivo da UFMS para professor substituto
Inscrições para seleção de professores do IFMS segue até o dia 11

O texto modifica uma portaria de 2013, de modo a permitir a análise dos registros do MTE nas SRTEs (Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego). Além disso, a partir de agora é exigida assembleia para que os trabalhadores decidam se querem criar um novo sindicato ou preferem permanecer com o atual. A portaria está disponível na página 111 do Diário Oficial da União

As assembleias deverão ser realizados na área urbana da sede dos municípios. O procedimento “evitará que as assembleias sejam feitas em locais inacessíveis”, de acordo com o secretário de Relações do Trabalho, Manoel Messias. A lista de documentos que cada diretoria deverá apresentar ao MTE também foi atualizada.

Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, as mudanças trarão agilidade na análise de processo. “Essa portaria é o resultado de uma ação desenvolvida durante seis anos pelos trabalhadores e que contou com o apoio da presidenta Dilma. O documento vai permitir ainda a descentralização dos registros sindicais”, disse o ministro, ao assinar a portaria ontem (20), junto a representantes da Fetraf (Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar) e da Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura).

Na oportunidade, o ministro lembrou que a garantia dos direitos fez com que milhões de brasileiros saíssem da extrema pobreza, nos últimos anos. “Aqui, no Brasil, estabelecemos, desde o presidente Lula, um pacto contra a crise, com a geração de empregos e valorização do salário-mínimo. Vocês têm a democracia, e por isso estão lutando e tendo a oportunidade de vir até aqui reivindicar. O governo sempre estará aberto para negociar”, disse.

Termina hoje inscrição de processo seletivo da UFMS para professor substituto
Terminam hoje as inscrições de processo seletivo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para 12 vagas. As oportunidades são para profes...
Inscrições para seleção de professores do IFMS segue até o dia 11
Profissionais interessados em participar do processo seletivo do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), podem se inscrever até o próximo dia...
Prefeito autoriza realização de concurso público para Procuradoria Geral
O prefeito Alcides Bernal (PP) autorizou a realização de concurso público para a PGM (Procuradoria Geral do Município). De acordo com a publicação do...
Inscrições para concurso com salários de até R$ 12,6 mil encerram dia 11
A Prefeitura de Fátima do Sul está com inscrições abertas até o dia 11 de dezembro, para o concurso com 122 vagas e salários de até R$ 12,6 mil. As v...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions