A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

21/05/2015 12:48

MTE publica portaria que reconhece a categoria de agricultor familiar

Caroline Maldonado
Agora, agricultores familiares podem ser reconhecidos como categoria profissional (Foto: Divulgação/MDS)Agora, agricultores familiares podem ser reconhecidos como categoria profissional (Foto: Divulgação/MDS)

O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) publicou hoje (21) portaria que altera regras do registro de entidades sindicais de trabalhadores rurais. Com a medida, agricultores familiares poderão ser reconhecidos como categoria profissional.

O texto modifica uma portaria de 2013, de modo a permitir a análise dos registros do MTE nas SRTEs (Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego). Além disso, a partir de agora é exigida assembleia para que os trabalhadores decidam se querem criar um novo sindicato ou preferem permanecer com o atual. A portaria está disponível na página 111 do Diário Oficial da União

As assembleias deverão ser realizados na área urbana da sede dos municípios. O procedimento “evitará que as assembleias sejam feitas em locais inacessíveis”, de acordo com o secretário de Relações do Trabalho, Manoel Messias. A lista de documentos que cada diretoria deverá apresentar ao MTE também foi atualizada.

Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, as mudanças trarão agilidade na análise de processo. “Essa portaria é o resultado de uma ação desenvolvida durante seis anos pelos trabalhadores e que contou com o apoio da presidenta Dilma. O documento vai permitir ainda a descentralização dos registros sindicais”, disse o ministro, ao assinar a portaria ontem (20), junto a representantes da Fetraf (Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar) e da Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura).

Na oportunidade, o ministro lembrou que a garantia dos direitos fez com que milhões de brasileiros saíssem da extrema pobreza, nos últimos anos. “Aqui, no Brasil, estabelecemos, desde o presidente Lula, um pacto contra a crise, com a geração de empregos e valorização do salário-mínimo. Vocês têm a democracia, e por isso estão lutando e tendo a oportunidade de vir até aqui reivindicar. O governo sempre estará aberto para negociar”, disse.

TCE abre no dia 6 inscrições para processo seletivo de estágio com 44 vagas
Começa no dia 6 de março as inscrição de processo seletivo do TCE/MS (Tribunal de Contas) para estagiários. No total, são oferecidas 44 vagas, além d...
UEMS disponibiliza vagas para transferência interna e externa
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), divulgou aproximandamente 2 mil vagas para 54 cursos nas 15 unidades da instituição que serão p...
Prazo de inscrição em qualificação profissional do IFMS termina na quarta
Termina amanhã (22) o prazo para os interessados se inscreverem no processo seletivo para ingresso nos cursos de FIC (Formação Inicial e Continuada e...
TCE lança seleção para estagiários com remuneração de R$ 900
O TCE/MS (Tribunal de Contas) lançou processo seletivo para estagiários. As inscrições vão de 6 a 20 de março. São oferecidas 44 vagas, além de cadas...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions