A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

04/09/2015 09:01

Multidão madruga e 3 mil disputam mil vagas em Feirão do Emprego

Mariana Rodrigues e Caroline Maldonado
O atendimento estava previsto para às 9 horas, mas devido a quantidade de pessoas, teve que aser antecipado. (Foto: Marcos Ermínio)O atendimento estava previsto para às 9 horas, mas devido a quantidade de pessoas, teve que aser antecipado. (Foto: Marcos Ermínio)
A fila que se formou dava voltas em torno da Praça Ary Coelho. (Foto: Marcos Ermínio)A fila que se formou dava voltas em torno da Praça Ary Coelho. (Foto: Marcos Ermínio)

A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), antecipou para às 7h30 o atendimento do Feirão do Emprego, previsto para começar às 9h desta sexta-feira (4), na Praça Ary Coelho em Campo Grande. A mudança foi necessária, já que mais de 3 mil pessoas, segundo estimativa da Associação, madrugaram para disputar as mais de 1 mil vagas ofertadas. Até o momento, 100 pessoas já entregaram currículos ou preencheram fichas para concorrer as oportunidades.

Veja Mais
Feirão do Emprego oferece 800 vagas amanhã na Praça Ary Coelho
Empresas vão oferecer 800 vagas em Feirão do Emprego na sexta-feira

A fila gigantesca corta a praça, sai pelo portão da Avenida Afonso Pena, dá a volta pela Rua 13 de Maio e se estende até a Rua 14 de Julho.

Jorema Paula Sone, 37 anos, foi uma das que chegou bem cedo, pois já imaginava que a procura iria ser grande. Ela conta que chegou às 6h40 e busca uma vaga no mercado de trabalho há 3 meses para operadora de caixa, sendo que possui experiência de mais de 20 anos na função. Ela afirma que as empresas exigem demais e por isso está difícil conseguir emprego. "O que tiver de vaga hoje aqui eu vou me candidatar e vou participar de alguma palestra porque a gente tem que se manter informado", diz Jorema.

A opinião dela vai de encontro à avaliação feita pelo gestor da Escola de Varejo da ACICG, Moacir Pereira Junior. Segundo ele, o mercado está mais competitivo e por isso os empregadores exigem mais por parte do funcionários. "Hoje o cliente está bem informado exigindo mais. Tem a internet, sites de vendas na concorrência, então as empresas precisam de funcionários preparados para atender esses clientes", explica.

O evento é promovido pela ACICG, em parceria com a Funsat (Fundação Social do Trabalho) e Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab). Participam ainda Comper, Tendência, Unimed, Pax Real, Real H Nutrição Animal, Vitória Humana, Laboratório Renato Arruda, Sistema OCB MS, Keeper Recursos Humanos, entre outros.

Jorema Paula Sone, 37 anos, foi uma das que chegou bem cedo, pois já imaginava que a procur iria ser grande. (Foto: Marcos Ermínio)Jorema Paula Sone, 37 anos, foi uma das que chegou bem cedo, pois já imaginava que a procur iria ser grande. (Foto: Marcos Ermínio)
João Carlos Polidoro, presidente da ACICG, afirma que o mercado está mais competitivo. (Foto: Marcos Ermínio)João Carlos Polidoro, presidente da ACICG, afirma que o mercado está mais competitivo. (Foto: Marcos Ermínio)

Palestras - Justamente por conta da questão da qualificação, o feirão oferece hoje várias palestras que começam às 10 horas e seguem até às 15h para quem vai participar do Feirão.

A primeira palestra tem como tema "Em Tempo de Crise se diferencia quem tem Qualificação". Às 10h45, o assunto é "Como se Comportar Diante de Uma Entrevista".

Às 13 horas é possível conferir a palestra sobre "O Poder da Autoestima". "Os cuidados para uma Comunicação mais assertiva" é tema da palestra das 13h45.

A próxima palestra está prevista para 14h30 é intitulada "Como crescer no Mercado de Trabalho" e a última, às 15h, fala sobre "O que o empregador espera do colaborador".

Até o momento, cerca de 100 pessoas já foram atendidas. (Foto: Marcos Ermínio)Até o momento, cerca de 100 pessoas já foram atendidas. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions