A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

01/11/2014 11:35

OAB vai questionar na Justiça concurso suspenso desde abril

Aline dos Santos

Suspenso pelo governo desde abril, o concurso público para procurador do Estado será questionado na Justiça pela OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil). A ação será por violação ao edital do concurso. O número de vagas foi ampliado de 9 para 15, mesmo após o início da realização do certame.

“A ampliação do número de vagas durante a realização do concurso causa prejuízo aos candidatos e 'fere de morte' os princípios da moralidade pública”, afirma o conselheiro José Belga Assis Trad. A OAB foi acionada em setembro pela diretoria da Aprems (Associação dos Procuradores do Estado de Mato Grosso do Sul).

Com 1.500 inscritos, o XII Concurso Público de Provas e Títulos da Procuradoria Geral do Estado aplicou a primeira prova no dia 16 de março deste ano. Na ocasião, houve denúncia de que o lacre de um dos envelopes foi violado.

O concurso foi suspenso em 8 de abril pelo decreto estadual 13.944. A medida foi para garantir a “lisura e transparência”.

O Campo Grande News tentou falar com o presidente da Comissão Organizadora do Concurso e procurador-geral do Estado, Rafael Coldibelli Francisco, mas ele não atendeu as ligações.

Concursos e estágio estão com editais abertos e salários chegam a R$ 3,2 mil
Mato Grosso do Sul tem várias vagas em concurso, processos seletivos e estágio da Caixa Econômica Federal com editais abertos nesta semana. Os salári...
Convocados em segunda chamada tem até terça para garantirem matriculas
Os convocados em segunda chamada para os concursos de graduação do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) devem fazer a pré-matrícula na segu...
IFMS divulga segunda chamada e lista de espera dos cursos de graduação
O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou a relação dos candidatos convocados em segunda chamada para os cursos de graduação, além da...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions