A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 28 de Maio de 2016

20/09/2010 14:56

Envolvidos em arrastão no Shopping fazem parte de gangue

Redação

A Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) está investigando o caso do arrastão feito por adolescentes no último sábado no Shopping Campo Grande. Os autores do roubo que causou o tumulto façam parte de uma gangue, suspeita a Polícia. A delegacia acompanha mais dois casos de c]violência e furtos envolvendo jovens no Shopping Campo Grande.

Ontem, três adolescentes foram presos furtando em uma loja de departamentos, e há três meses, um rapaz foi agredido por 12 pessoas na escadaria do prédio.

No último sábado 11 adolescentes foram detidos pela PM (Polícia Militar) após se envolverem em briga generalizada. Segundo a Deaij, o grupo era grande, mas vários conseguiram fugir quando os policiais chegaram.

Dos 11 presos, quatro são maiores: Danilo Emmanuel Gonçalves Minossi, de 21 anos; Luiz Pablo Gonçalves, de 19 anos; Jean Cesar Santos dos Santos, de 19 anos; e Luandson Santos da Silva, de 18 anos. Os demais envolvidos têm 13, 14, 15, 16 anos e três têm 17 anos.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima, de 14 anos, estava dançando em frente ao parque de diversões do Shopping, quando levou um tapa de um rapaz moreno, de estatura alta, vestindo calça, camiseta e boné preto. Ele reconheceu o autor do tapa como um integrante de uma gangue chamada "Conexão Jamaica".

Após a agressão, um amigo do adolescente agredido, também recebeu um tapa, quando teve início a briga. Na abordagem, a PM conseguiu prender 11 pessoas. Os demais fugiram pela escadaria que dá acesso à Avenida Afonso Pena.

Na delegacia, os jovens negaram que tinham roubado o boné, que foi devolvido ao dono. A delegada titular da Deaij, Maria de Lourdes Souza Cano, alerta para a importância do monitoramento dos pais.

"Os pais devem se inteirar das companhias dos filhos, e orienta-los para que não se envolvam em confusão. O shopping é um lugar para passear e se divertir, não para fazer bagunça. Os responsáveis precisam estar mais próximos dos filhos, e cuidar para que eles não sejam autores ou vítimas da violência", afirma Maria de Lourdes.

Os jovens que provocaram arrastão foram ouvidos e liberados após assumirem compromisso de prestarem depoimento para esclarecer o fato. A delegada acredita que as famílias possam colaborar para apontar os autores do roubo do boné.

Roupas

Veja Também
Filme venezuelano e animação brasileira são atrações do Cine Sesc amanhã
O Cine Sesc vai apresentar em Corumbá - cidade localizada a 419 km de Campo Grande - neste sábado (28), às 15h, o filme Pelo Malo, um drama produzido...
Com apoio do governo, R$ 100 milhões do FCO custeiam obra de hospital particular
Com apoio do Governo de Mato Grosso do Sul na aprovação de financiamento de R$ 100 milhões junto ao FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Cen...
STF libera divulgação de lista de empresas autuadas por trabalho escravo
        O Supremo Tribunal Federal (STF) revogou a medida cautelar que impedia a publicação oficial, pelo Ministério do Trabalho, da lista de empresa...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions