A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

27/11/2013 09:50

Comerciantes de Ponta Porã enviam carta a Puccinelli pedindo segurança

Aliny Mary Dias

O aumento dos crimes nas lojas que ficam na fronteira entre Ponta Porão e Pedro Juan Caballero motivou a Associação Comercial e Empresarial da cidade em enviar uma carta ao governador André Puccinelli pedindo mais segurança no comércio da região.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

O pedido dos empresários é que a Polícia Militar da cidade seja mais equipada e que mais policiais sejam contratados. Conforme a associação, a presença da Força Nacional na região não intimidou os criminosos.

A média de assaltos na cidade é de seis a sete por dia, tanto na área central quando nos bairros. Em razão de o comércio ser responsável por 67% da arrecadação de impostos na cidade, a reivindicação é necessária, garante o presidente da associação, Eduardo Gaúna.

“Por isto, nos sentimos no direito de cobrar das autoridades constituídas melhores serviços públicos, principalmente quando a falta de segurança ameaça o patrimônio e a vida das pessoas”, completa.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



As autoridades tem um desprezo profundo pela segurança pública. O governo atual é a demonstração mais clara que disso. Pouco investimento, só no custeio e assim mesmo, todo mês manda cortar mais. O Governador vai dizer que mandou viaturas, mandou fazer concurso para 70 homens, bla bla bla bla bla, mais ação efetiva e eficaz que é bom nada. A politica de segurança na fronteira deve ser prioridade, pois e de lá que saem as drogas, contrabandos e outras cositas mas, que desaguam nas cidades e nos campos, aumentando a criminalidade. Acorda Governador, acorda Jacini, investimento só do Governo Federal é muito pouco para nosso Estado.
 
nelson silva em 27/11/2013 11:52:53
NÃO SEI PORQUE A SOCIEDADE CLAMA PELA POLÍCIA SE NÃO GOSTA DELA, É SÓ SAIR NAS RUAS E ABORDAR ALGUÉM, TODO MUNDO APROXIMA A FAVOR DA PESSOA SEM SABER O QUE ESTA ACONTECENDO. TALVEZ SEJA UM AMIGO QUE MUITO TEMPO NÃO SE VEEM .
 
jorge ferreira em 27/11/2013 11:43:21
realmente, o governador precisa fazer algo com ref a segurança em Ponta Pora. Não se vê blitz, segurança pelas ruas, são motociclistas sem placa, sem capacete, menores dirigindo, tem de tudo, de forma escancarada pelas ruas. Imaginemos, a segurança em si, como armas, bandidos aguardando a melhor oportunidade para agir, etc.
 
LUCIANO MARQUES em 27/11/2013 10:46:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions