A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

27/08/2015 21:39

"Direitos são para índios e produtores", diz Azambuja sobre conflitos por terra

Thiago de Souza e Alan Diógenes
Governador diz que direitos servem para índios e produtores rurais. (Foto: Arquivo/CG News)Governador diz que direitos servem para índios e produtores rurais. (Foto: Arquivo/CG News)

O governador de Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja (PSDB) disse na noite de hoje (27), durante solenidade de lançamento do Gecam (Grupamento Especializado Com o Apoio de Motocicletas), no Bairro Vilas Boas, em Campo Grande, que conversou com o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, sobre a tensão entre produtores rurais e indígenas em Antônio João, a 300 quilômetros de Campo Grande. Na conversa entre os dois, foi constatado que pessoas de outras nacionalidades entram no território brasileiro para incitar conflitos por terras.

Veja Mais
Família conta que índios avisaram para eles deixarem casas de distrito
Moka faz alerta em Brasília sobre possível confronto entre índios e fazendeiros

Reinaldo Azambuja disse que, em relação a esse problema, cabe ao governo federal, Ministério das Relações Exteriores, Exército Brasileiro e Polícia Federal combater esse tipo de invasão.

Segundo o governador, a Polícia Militar já atua no local das invasões desde a sexta-feira (21) para garantir que o conflito não se acirre ainda mais. Também disse que é preciso preservar a paz, “porque os direitos servem tanto para indígenas como para brancos”.

O chefe do executivo estadual disse acreditar em uma solução para a questão. “Tenho certeza que se houver diálogo com as forças federais, e as equipes forem para a fronteira, essa tensão vai diminuir”, pontuou o governador.

O governador finalizou dizendo que é preciso ter diálogo e a presença de forças federais para que a paz e a tranquilidade volte a reinar na fronteira.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions