A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

11/08/2015 09:16

Homem mantém mulher em cárcere e a ameaça com faca na frente da polícia

Viviane Oliveira
Aguinaldo foi preso após manter a mulher em cárcere privado por três dias. (Foto: Rio Brilhante News) Aguinaldo foi preso após manter a mulher em cárcere privado por três dias. (Foto: Rio Brilhante News)

Aguinaldo Rocha da Silva, 42 anos, foi preso no final da tarde de ontem (10), por manter a mulher em cárcere privado e agressão. O caso aconteceu na Travessa José Pinto, no Loteamento Rio Belo, em Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande. A polícia chegou até o endereço do casal após denúncia anônima.

Veja Mais
Após deslizamento e risco a usuários, MS-295 é totalmente interditada
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação

Na residência, quando Aguinaldo percebeu que a PM estava no local, colocou uma faca no pescoço da esposa e passou a ameaçá-la. A vítima gritava por socorro, conforme noticiou o site Rio Brilhante News.

Depois de um tempo de negociação, o agressor soltou a esposa e se entregou à polícia. Bastante debilitada, a vítima informou que estava em cárcere há três dias e foi agredida por várias vezes. No imóvel, foram apreendidos pedaços de ferro.

Em depoimento, a mulher relatou ainda que foi obrigada a consumir bebida alcoólica e não conseguia fugir pois era ameaçada de morte o tempo todo. O homem, que já tem passagem pela polícia por violência doméstica, foi preso em flagrante por lesão corporal dolosa e cárcere privado. A vítima sofreu ferimentos nos braços, perna e lábios. Ela foi encaminhada à uma unidade de saúde.

O acusado que já tem passagem pela policia por violência doméstica foi preso em flagrante por lesão Corporal dolosa e cárcere privado. A mulher foi encaminhada ao hospital com ferimentos nos braços, perna e lábios e logo depois foi liberada.

Conforme o setor de estatística da Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), de janeiro até agora, foram registrados 923 casos de violência doméstica no Estado. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram 775, teve aumento de 19%.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions