A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

18/12/2013 13:01

“Três Lagoas está em luto”, diz irmã de homem morto em acidente que vitimou 11

Bruno Chaves e Viviane Oliveira
Vanessa foi ao IMOL para tentar reconhecer o corpo do irmão, que era motorista da van. (Foto: Marcos Ermínio)Vanessa foi ao IMOL para tentar reconhecer o corpo do irmão, que era motorista da van. (Foto: Marcos Ermínio)

“Três Lagoas está em luto total”, disse Vanessa Bastos Malaquias, 31 anos, irmã do motorista Fabiano Bastos Malaquias, 33, que dirigia uma van que colidiu com um caminhão e deixou 11 mortos. O acidente ocorreu por volta das 3h de ontem (17), entre o distrito de Casa Verde e Nova Andradina, na BR-267. A maioria das vítimas era de Três Lagoas.

Veja Mais
Identificação de corpos de vítimas da tragédia pode levar dois meses
Polícia identifica 7 das 11 vítimas da colisão entre van e carreta na BR-267

Nesta quarta-feira (18), Vanessa e outros familiares de Fabiano estavam no IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) de Campo Grande para fazer o reconhecimento do corpo do motorista, que, segundo ela, foi carbonizado.

Fabiano usava aparelho dentário e a irmã levou um protótipo da boca dele. “Pode ser que ajude na identificação, por isso trouxe essa cópia da arcada dentária na maletinha”, justificou.

Luto – A irmã do motorista revelou que Três Lagoas está imersa em tristeza e luto. “Minha casa está cheia de amigos, colegas e parentes. Desde crianças até idosos, todos estão chorando”, anuncia.

Segundo ela, Fabiano era muito querido e conhecido na cidade. “Ele nasceu e cresceu em Três Lagoas; trabalhava levando sacoleiros para Ponta Porã”, contou.

Vanessa não soube revelar a quanto tempo o irmão trabalhava como motorista, mas ela garante que ele exerce a profissão há alguns anos. “Ele fazia o que gostava, mas chegou a hora dele. Deus o levou fazendo o que mais gostava”, concluiu.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions