A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

09/08/2012 19:10

A pedido do MPE, Justiça manda município implantar Samu em Bonito

Nadyenka Castro

Também foi determinado, em caráter liminar, curso para policiais e contratação de motorista de plantão para ambulância

Atendimento realizado pelo Samu em Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)Atendimento realizado pelo Samu em Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A Justiça determinou à Prefeitura de Bonito a implantação do sistema Samu (Serviço Móvel de Urgência), no município. A ordem, em caráter liminar, foi feita a pedido do MPE (Ministério Público Estadual).

O MPE impetrou Ação Civil Pública com pedido de liminar contra o município após verificar negligência de atendimento, ausência de socorro e cuidados necessários com a saúde da adolescente Lara Olmedo da Silva, que morreu.

Conforme o MPE, no dia 23 de outubro de 2011, a menina desmaiou. A mãe não conseguiu atendimento de ambulância para a filha e pediu socorro à PM (Polícia Militar), através do 190. A adolescente foi levada ao hospital por policiais militares, mas, morreu no mesmo dia.

O MPE abriu inquérito para apurar a negligência e, diante dos indícios de que o atendimento não foi o adequado, acionou a Justiça.

A juíza Paulinne Simões de Souza Arruda concedeu liminar e determinou ao município que seja incluso no orçamento de 2013 recursos necessários para a implementação do Samu.

A magistrada também ordenou que a prefeitura de Bonito providencie junto ao Comando Geral dos Bombeiros em Jardim ou outro órgão competente, curso de atendimento pré-hospitalar para todos os policiais militares lotados na cidade, a ser realizado no prazo de 60 dias.

A ordem judicial inclui ainda motorista de plantão para ambulância e outro de sobreaviso - com o veiculo - para agilizar o atendimento e que, aos fins de semana, o trabalhador fique no hospital ou no posto da PM.




Outro absurdo que ocorre em Bonito, é a falta do Corpo de Bombeiros. É verdade que a cidade só tem 20 mil habitantes, porem, recebemos mais de 100 mil turistas por ano. Felizmente não tem acontecido acidentes de maior gravidade, mas não é o caso: em primeiro lugar deve-se atenção a vida humana, e isso não existe em nossa cidade. Faltam homens de verdade para governar!
 
Olices Trelha em 10/08/2012 09:36:48
Em Bonito as coiss só se resolvem através da pressão judicial. Até medicamentos geralmente as pessoas só consegue na municipalidade através do MP. Sabenos que a Prefeitura não é instituição de caridade, mas o governo municipal tem obrigação em atender coisas que as vezes saem da realidde diária das pessoas, e isso não acontece aqui.
 
Olices Trelha em 10/08/2012 09:32:38
É sempre assim, tem que morrer alguém para tomarem uma atitude. É uma vergonha uma cidade como Bonito, capital do Eco-Turismo, não ter um sistema de atendimento à Urgnência e Emergência. (Bombeiro e SAMU).
 
Édipo Antunes em 10/08/2012 03:26:12
Nossa até que em fim começaram a lembrar da cidade de Bonito....
 
Beatriz martim em 10/08/2012 01:58:52
Parabéns isso é um grande progresso para Bonito .....
 
jansen duraes em 10/08/2012 01:56:18
PARABENS DOUTORA. ASSIM QUE A JUSTIÇA TEM AGIR,BONITO MS PRECISA DESTAS DETERMINAÇÃO PARA PODER ANDAR PRINCIPALMENTE NA AREA DE SAÚDE PUBLICA,
 
HERCULANO BENITES em 09/08/2012 10:33:15
(continuação ...) Por que a magistrada não determinou também melhorias para Bombeiros e PMs da Cidade? Policial militar não é socorrista por atribuição. Esta missão, quem faz, e faz muito bem são nossos irmãos bombeiros militares. Corremos grande risco de PMs responderem judicialmente por prestação de socorro mal feita. Afinal, nossa vivência com tais realidades é insignificante.
 
Fernando Silva em 09/08/2012 08:05:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions