A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

21/03/2012 17:19

Aberto só até 20h, Aeroporto de Corumbá provoca críticas

Fabiano Arruda
Pousos e decolagens após o horário dependem de autorização de departamento da FAB. (Foto: Divulgação/Infraero)Pousos e decolagens após o horário dependem de autorização de departamento da FAB. (Foto: Divulgação/Infraero)

O funcionamento do Aeroporto Internacional de Corumbá, um dos principais destinos turísticos de Mato Grosso do Sul, até as 20 horas apenas, está gerando críticas.

Veja Mais
Justiça determina que Sanesul repare danos em erosão causada por vazamento
Chuva alaga ruas em Paranaíba e deixa até camionete submersa em Chapadão

A reclamação é que, por conta do horário, passageiros que vão ao município para prestigiar eventos, por exemplo, acabam sem ter como viajar após esse horário.

Outra crítica é que o Aeroporto de Dourados, cidade que tem menor potencial turístico que Corumbá, é o único do interior a funcionar 24 horas.

O piloto comercial e proprietário de empresa de táxi aéreo, José Eduardo Rolim Júnior, comenta que já presenciou transtornos por causa da restrição.

Segundo ele, o aeroporto tem totais condições para receber pousos e decolagens à noite como balisamento noturno. No entanto, os funcionários que auxiliam os pilotos não trabalham após o pôr do sol, diz.

“Isto é totalmente inviável, já que a cidade cresce muito, faz divisa com fronteira. E para pedir operar após as 20 horas é preciso passar por uma burocracia e pedir autorização à DECEA (Departamento de Controle do Espaço) controlada pela FAB (Força Aérea Brasileira”, explicou.

Rolim explica que a maioria dos voos com destino a Corumbá são comerciais e, geralmente, clientes adotam o transporte para ganhar tempo. “Alguns casos são imprevisíveis e não se pode ficar à mercê de autorizações”, comenta.

Quem também faz críticas a situação é o deputado estadual Paulo Duarte (PT). “O aeroporto tem estrutura, iluminação e é subutilizado, o que é absurdo”, disparou, alegando que foram investidos, recentemente, R$ 20 milhões no local.

O petista condenou a aplicação do recurso enquanto o aeroporto segue no mesmo horário de operação o que, para ele, pode trazer prejuízos ao município.

“Alguém pode questionar que a minoria utiliza o avião, mas se uma cidade quer se desenvolver é preciso ter estrutura preparada”, pontuou, garantindo que vai cobrar da Infraero explicações sobre o caso.

O diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Corumbá, Rodolfo Acef, revela que a Prefeitura reivindica que um voo da empresa Gol, que sai de Campo Grande com destino a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, faça escala em Corumbá.

A manobra serve como estratégia para gerar maior movimentação no aeroporto e forçar a Infraero a contratar mais pessoal para trabalhar.

Segundo Acef, uma consulta técnica apontou que é viável a escala e falta consultar a Gol. “A Infraero me pergunta qual a necessidade de o aeroporto funcionar 24 horas se tem apenas um voo diário. Por isto precisamos criar demanda”, explicou.

Do outro lado, a Infraero, por meio da assessoria de imprensa, comenta que a operação do aeroporto até as 20 horas se deve estritamente a falta de demanda por possuir apenas um voo diário. O restante do movimento é oriundo de voos comerciais.

Segundo a Infraero, pousos e decolagens depois das 20 horas são autorizados por meio de pedido de autorização ao DCEA. As exceções ficam por conta para aeronaves de emergência e ambulância.

Base dos Bombeiros com 8 militares deve ser implantada até o meio do ano
Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - deve ganhar em breve uma base do Corpo de Bombeiros. Foi publicado no DOE-MS (Diário Ofi...
Investimento em recuperação de rodovias no MS será de R$ 185,9 milhões
O Governo do Estado deve investir R$ 185,9 milhões para recuperar trechos das rodovias MS-156, MS-379 e MS-470, que ficam em maior parte na região de...



ai ainda ta bom e em ponta pora que tão enterrando milhoes naquele elefante branco e nao tem nem um voo anual imagina um diario.
 
paulo soares em 21/03/2012 10:15:00
Estamos vivendo em uma "Pseudo-Democracia", ou uma "Ditadura Vermelha" onde a aviação é vista apenas através de Empresas de baixo custo com caráter populista!
Empresários e Pilotos particulares que se utilizam e trabalham na aviação geral e executiva sentem-se prejudicados e até discriminados como se trabalhar e possuir uma empresa ou aeronave própria fosse uma coisa desnecessária e "exagerada".
 
Paulenir de Barros em 21/03/2012 07:25:28
Sim, pousos e decolagens depois das 20:00 hs são autorizados, com um pequeno detalhe:
- Vc tem que pedir uma autorização para Curitiba/PR, com pelo menos 24 horas de antecedência, e explicar o motivo do pouso.
 
Altair César em 21/03/2012 06:02:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions