A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

17/04/2013 14:56

Ação de vândalos destrói 20 mil doses de vacina contra a gripe

Edivaldo Bitencourt
Doses foram perdidas por causa de vandalismo (Foto: Divulgação)Doses foram perdidas por causa de vandalismo (Foto: Divulgação)

A ação de criminosos causou prejuízos para a saúde pública, com a perda de medicamentos, em Corumbá, a 419 quilômetros da Capital. Cerca de 20 mil doses da vacina contra a gripe se perderam com a ação dos vândalos, segundo a Prefeitura da cidade.

Veja Mais
Em Corumbá, 16,7 mil pessoas serão vacinados contra gripe
Campanha de vacinação contra gripe na Capital deve imunizar até 130 mil pessoas

Criminosos arrombaram o almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde, na Rua Dom Aquino, e destruíram o relógio de energia elétrica. Não houve furto, mas o corte no fornecimento de luz causou a perda da vacina destinada para as unidades básicas de saúde.

A campanha começou na segunda-feira e a ação dos vândalos causou o dano na noite de domingo. O material destruído, que estava na câmara fria, foi devolvido para o Ministério da Saúde.

A prefeitura de Corumbá garantiu que a campanha de imunização continua apesar dos danos nas doses. A meta é vacinar 16.786 pessoas, entre crianças, trabalhadores em saúde, gestantes, puérperas, indígenas e idosos.

A Secretaria de Saúde comunicou que nem todas as vacinas estavam no almoxarifado, uma vez que boa parte já havia sido distribuída às unidades da saúde para a campanha, que se iniciou nesta segunda-feira, 15.

Além disso, um novo lote de reposição chega a Corumbá nesta quinta-feira (18). “A população não precisa se preocupar. Já tomamos todas as providências e a vacinação de modo algum será prejudicada, inclusive sábado, quando acontece o Dia D na Unidade Básica de Saúde da Família Popular Velha”, disse a secretária de Saúde, Dinaci Ranzi.

A administração municipal garante que não ficará impune este e outros crimes contra o patrimônio público. O ato de vandalismo foi registrado em Boletim de Ocorrência ainda no dia 15 de abril na 1ª Delegacia de Polícia de Corumbá.
A Polícia Civil investiga esta e outras duas ocorrências (25 de outubro e 4 de abril), ocorridas nos almoxarifados da Dom Aquino e também da Rua Firmo de Matos, que culminaram com o furto de materiais de limpeza.




Em locais de armazenamento de imunobiologicos(vacinas) deve existir um plantão (24 h) para controlar a temperatura das geladeiras. Certo?. O que este plantão fez para evitar que estas vacinas se perdessem? ou não existe esta vigilancia? Se não existe as vacinas já estavam correndo risco, por um problema eletrico de qualquer natureza. Vale a pena observar isto.
 
sonia honorato em 18/04/2013 10:58:04
Esses vândalos deveriam responder também por crimes contra a vida das pessoas, afinal de contar além de destruir os medicamentos muitas pessoas podem ficar sem a dose, provavelmente a quantidade é limitada a quantidade de pessoas da cidade. Já é insuficiente o número de pessoas que o programa disponibiliza as doses e ainda tem mais esse desperdício, uma pena.
 
solange aparecida gaite carvalho em 17/04/2013 15:39:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions